Acabou o tabu: Sapo 3×1

Mamoré vence o clássico por 3×1 no Estádio Zama Maciel e fatura os três primeiros pontos no módulo II do campeonato mineiro. Além disso quebra um tabu de quase 15 anos sem vitória no “Mangueirão”. Eraldo (contra), Robertinho e Jonathan marcaram para o Sapo e Ditinho marcou seu 11º gol em dez jogos diante do rival. Uma festa das torcidas, numa tarde em que o alvi-verde foi mais competente para chegar à vitória.

Foram oito anos sem vitória do Verde (5 jogos). A última conquista havia acontecido em março de 2004, no antigo Estádio Waldomiro Pereira.

O primeiro gol foi de Eraldo (contra) logo aos 4 minutos de jogo, numa falha do zagueiro Celeste, após finalização do lateral direito Adriano Sella. URT partiu prá cima, criando oportunidades do empate, mas o Sapo aumentou a contagem aos 27, com o destaque do jogo, Robertinho, numa tarde inspirada. Esse foi o resultado do primeiro tempo, em que Mamoré soube marcar e utilizar da velocidade para atacar. URT sem a mesma objetividade, encontrava dificuldade em sua defesa, mas não deixava de criar situações de gol.

Para o segundo tempo, o técnico Zezito tirou o zagueiro Felipe e o meia Joilson, escalando Dinei e Rodriguinho, deixando o esquema de três zagueiros de lado e tentando colocar mais velocidade do meio para a frente. As substituições surtiram efeito e Ditinho, aos dois minutos, marcou o seu gol número 97 em 198 partidas pelo Trovão.Paulinho Belém, destaque Azul, foi substituído pelo atacante Rodrigo Santos, na ânsia de conquistar o empate.

Do lado esmeraldino, Erick Moura foi feliz nas alterações, com as entradas de Leandro Guerreiro e Evandro, principalmente este, que passou a administrar o resultado. A substituição de Marcelinho foi por ordem médica, entrando Vasconcelos. Com um elenco de mais opções, o Mamoré não se perdeu, mesmo quando pressionado pelo adversário. E, aos 38 minutos, definiu a partida, com o oportunismo de Jonathan,, fazendo 3×1.

Foi um dos mais movimentados clássicos dos últimos anos,  com participação efetiva das torcidas, principalmente a Topa (URT) e Independente (Mamoré). Trabalho de segurança da PM transcorreu com normalidade, apesar de alguns excessos de torcedores, tudo devidamente controlado. O comandante do 15º BPM, Ten. Cel. Campos esteve pessoalmente na operação, juntamente com o sub-comandante Major Azevedo.

URT 1×3 Mamoré

Gols: Eraldo (contra) aos 4 min (Mamoré), Robertinho aos 27 (Mamoré) no 1º tempo; 2º tempo: Ditinho (URT) aos 2 min e Jonathan (Mamoré) aos 38 minutos.

Árbitro: Cleisson Veloso Pereira (CBF/FMF). Esteve bem e expulsou três jogadores no segundo tempo, num intervalo de cinco minutos: aos 28 min, Jouberth (Mamoré), aos 30 min, Robinho (URT) e aos 33 min, Jean (URT), todos pela incidência do segundo cartão amarelo. Foi auxiliado por Pedro Araújo Dias Cotta e Flamarión Sócrates da Silva.

URT: França, Leandro e Renan (os laterais); na zaga: Eraldo, Carlão e Felipe (Dinei); Jean, Joilson (Rodriguinho) e Paulinho Belém (Rodrigo Santos); Ditinho e Robinho. Treinador: Zezito. Cartão amarelo para Joilson.

Mamoré: Tiago Wanderson, Adriano Sella (Leandro Guerreiro), Paulinho, Diego e Wagner; Thiago Carvalho, Marcelinho (Vasconcelos), Robertinho e Jouberth; Jonathan e Augusto César (Evandro). Treinador: Erick Moura. Cartão amarelo para Wagner e Tiago Carvalho.

Renda: R$ 66.250,00 – Público pagante: 3.155. Jogo pelo Grupo A.

Demais jogos

Patrocinense bateu o Funorte, também pelo Grupo A, jogando no Estádio Bernardo Rubinger (Funorte ainda não tem Estádio aprovado em Montes Claros). Cinézio abriu o marcador aos 3 minutos do primeiro tempo, Ferreira, aos 23 da etapa final, aumentou para dois. Esquerdinha diminuiu para o time de Montes Claros aos 32 minutos.

No “Fausto Alvim”, em Araxá, o Ganso passou pelo Uberlândia por 1×0, tento de Tiago Pereira.

Pelo Grupo B, de manhã no “Ronaldão”, Poços de Caldas e Tricordiano terminaram no 1×1. Danilo fez para o time da casa e Adinaldo para os visitantes.

No “Ipatingão”, empate em 0x0 entre Ipatinga x Tombense. Fechando a rodada, jogam nessa segunda, 20h30 em Coronel Fabriciano: Social x Formiga.

Próximos jogos

As equipes patenses voltam a jogar após o carnaval. A URT vai a Patrocínio para enfrentar a Patrocinense no dia 25 (sábado). Mamoré recebe o Araxá no dia 27 (segunda) no “Bernardo Rubinger”. Antes disso, o Sapo faz amistoso no sábado de Carnaval diante do Boa de Varginha, em Patos de Minas.

Por: Adamar Gomes
Fotos: Toninho Cury

Veja galeria de imagens do clássico

20 ideias sobre “Acabou o tabu: Sapo 3×1

  1. Sr. Geraldo agradeço sua informação e suas explicações, respeito mas não concordo com o pensamento dos diretores.
    O futebol já deu muitas mostras que se deve priorizar a competição, pois uma classificação para a primeira divisão, seria a redenção das equipes de Patos de Minas.
    Nesse futebol de hoje com equipes equiparadas, os detalhes decidem. Essa renda do clássico de qualquer forma viria em outra data, com a mesma importancia, ou até mais.
    Sei das dificuldades das equipes e do empenho das diretorias mas continuo com minha opinião de desportista e observador.

  2. Sr André:

    Talvez o senhor não saiba, mais URT e Mamoré na primeira rodada, é a pedido dos clubes, que para fazere, algum caixa pedem isso, pois na verdade esse jogo é um dos unicos que dá lucro, segundo os tesoureiros dos clubes.

  3. O clássico foi sensacional sem maiores problemas, e venceu na realidade quem jogou melhor. Agora o que eu não entendo é a FMF marcar um clássico para inicio de campeonato.
    Seria o mesmo que iniciar o campeonato mineiro da primeira com um jogo Atletico x Cruzeiro ou a nível mundial, um Real Madrid x Barcelona.
    As equipes de Patos de Minas parecem não ter nenhuma força dentro da FMF .
    Aceitam tudo sem reclamar dando a entender que tudo está certo. Tabela não ganha campeonato….mas ajuda.
    É minha opinião.

  4. Pode saborear esta vitoria em cima da URT, isso porque a URT consegue ser mais ruim do que o time do MAMORÉ! com esses times não vão a lugar nenhum, são dois times oriveis!

  5. Com essa defesa, principalmente com esse Eraldo, a torcida da URT vai sofrer muito neste campeonato, mais uma ano amassando barro na segunda divisão, se não cair para a terceira, todo ano é a mesma coisa.

  6. A base do time da URT é da terceira divisão paranaense, agora querem “REFORÇAR” com jogadores da segunda divisão de Brasilia, sabem onde isso vai dar? Na terceira divisão de Minas Gerais. Ontem ouvi inumeras vezes os reportres que cobrem a URT falando que o time conta com 6 jogadores do ano passado, o que isso ainda, se esses 6 em sua maioria serviam pra compor elenco, tambem falaram que o time era muito experinte, pois tinha Eraldo (totalmente fora de forma), o goleiro França (fraquissimo), e o Ditinho (com 40 anos), com essa base, com esses “REFORÇOS”, e com um tecnico que em 4 anos que está aqui não conseguiu nada, o caminho da URT é a terceira divisão.

  7. Estivemos em Patos só para ver o nosso Derbe, valeu pela viagem, exceto a decepcão com a atuação da zaga da URT…
    O futebol de Patos está fora da primeira divisão há muito tempo e está dificil esperar mais….tomara que sirva de lição para melhores resultados futuros.

  8. Como no inicio da temporada, postei alguns comentarios, dizendo que a URT era fraca e o MAMORE, um time razoavel, continuo como minha opinião, a URT este ano tem que ficar dura para superar o Funorte e continuar na segunda, o time é péssimo. Ano passado já dizia a URT precisaria de reforçar, com mais dois ou tres jogadores para subir. Então o que fez a diretoria manteve a base ruim do ano passado e trouxe outros jogadores de nivel bem inferior aos que sairam ano passado. Veja bem, ano passado se voce pega aquele time vê os destaques eram Bill (zagueiro) Raner e Magno (laterais) Thiago Santos e Celinho (meio campo) nenhum deles esta este ano. Quando começa um trabalho errado dificilmente consegue corrigir, pois o tempo é muito pequeno o campeonato são só dez jogos, e este ano pra URT já era, é contentar-se em manter na segunda mesmo. A URT tirando o Ditinho e o Paulinho Belem, o resto é de doer.
    Já o Mamore, como disse no inicio do ano tem uma boa chance de conseguir uma, das duas vagas pra semifinal, mas ainda carece de 2 ou 3 reforços, principalmente para o meio campo, ter mais posse de bola, segurar mais a bola, pois jogar só no contra ataque também não vai muito longe não.

  9. Mais uma vez depois de quase dois meses de treinamento, vem o diretor da URT falar depois do jogo que vão reforçar o time, estão contratando 3 jogadores do Brasilia (time que disputa a segunda divisão do DF). Será que jogador dessa qualidade serve como reforço? Acho que nem pra compor elenco serve! Ia me esquecendo, quando esse time horrivel do Brasilia veio aqui em Patos, divulgaram que era da primeira divisão, o campeonato de lá começou ontem, não tem nenhum Brasilia, como sempre tem gente que gosta de enganar os outros.

  10. Pois eh o tabu caiu mesmo, e a partir de agora o sapao que vai fazer um tabu e grande contra a URT.
    Agora teve comentarista pelo radio falando que a URT dominou o 1 tempo.Fica duro rapaz dominar e tomar dois temm jeito nao e se nao fosse o Franca no primeiro tempo que pegou a bola do Augusto lá era pra ser 3.

  11. O duro é ouvir comentaristas falarem que não pode crucificar o zaqueiro Eraldo pelos primeiro gol do Mamoré, queria ver se tivesse sido um erro de arbitragem se não crucificariam o juiz, o cara esta acima do peso, tecnicamente é fraco, comprimeteu toda a defesa da URT e não pode crucificá-lo? Ele pe culpado sim, mais quem o escalou tambem é!

  12. Tem diretor da urt reclamando da arbitragem!!!! dos diretores do MAMORE , O mesmo que reclamou ano passado do NAcional de NOva SErrana!!!!!
    Vá olhar seu time rapaz!!!!!

  13. AMARREM AS CALÇAS OS TIMES DE PATOS POIS O GANSO VEM AÍ,MESMO COM UM A MENOS DURANTE TODO SEGUNDO TEMPO O “VERDÃO” QUE VIROU VERDINHO NÃO FOI PÁREO,E MESMO A FMF NÃO QUERENDO PELA DEMONSTRAÇÃO DE HOJE, O GANSO VAI SUBIR!!! AINDA BEM QUE COMEÇAMOS PELO FREGUÊS DE SEMPRE!!!!!

  14. Uma hora esse tabu ia acabar, mas tomara que o Mamoré não quebre o tabu no Bernardo Rubinger também. Saudações azuis!

  15. Depois do jogo entre URT e Brasiliense, postei um comentario falando que o time da URT era fraquissimo, que tinha perdido para o fraco time do Brasiliense que havido perdido para o Araxá, a prova de tudo que falei foi visto no jogo contra o Mamoré, vamos sofrer muito esse ano, e queira Deus que a gente não caia pra terceirona, temos um bonde de zaqueiro (Eraldo), e dependemos demasiadamento de um jogador de quase 40 anos (Ditinho), tenho muita dó, de nós torcedores uerretenses, e tambem do grande Ditinho, como ja disse antes, vamos rezar, e muito, para que a URT consiga permanecer na segunda divisão esse ano, se isso acontecer já será lucro.

Os comentários estão fechados.