Apagão no Mamoré, que perde para o Boa

A partida entre Mamoré e Ituiutaba, programada para às 20 horas, começou com atraso de 40 minutos, devido a problemas do sistema de iluminação do Estádio “Bernardo Rubinger”, com dois apagões.

Depois de iniciado o jogo, houve novo apagão por volta dos dez minutos do primeiro tempo provocando novo atraso de aproximadamente 30 minutos. Convocados pela diretoria do Mamoré, funcionários da CEMIG entraram em ação e tiveram que trocar o disjuntor, que normalizou a energia elétrica.

Com a bola rolando novamente, o Ituiutaba chegou ao seu gol aos 23 minutos através de Marcley. Acabou sendo este o placar do primeiro tempo e do jogo.

Para a etapa final, o treinador esmeraldino Zé Humberto mudou o esquema de jogo passando a atuar com dois zagueiros como havia acontecido diante da Patrocinense.

Perdendo em casa, o Mamoré partiu para o ataque para sair da situação incômoda na tabela de classificação, imposta pelo placar adverso.  Com isso, o Boa passou a jogar nos contragolpes e Marcley teve duas oportunidades de aumentar o marcador, inclusive acertando o poste do gol esmeraldino.

Mamoré partia na base do desespero, enquanto o Boa administrava o resultado, para a conquista dos três pontos.

Com o resultado, Ituiutaba entrou no G4 com 11 pontos, deixando o Mamoré na quinta colocação com 9 pontos. Com isso, o Sapo fica na dependência dos resultados da última rodada, no próximo domingo. O Mamoré enfrenta a URT, no clássico, no “Zama Maciel” e o Ituiutaba decide sua classificação em casa contra a Patrocinense (já classificada).

A renda no “Bernardo Rubinger” foi de 638 pagantes (segundo o site da FMF) com renda de R$ 7.187,50.

MAMORÉ: Leandro, Josimar, Diogo (CA) e André Alagoano; André Mauá e Bruno Morais (Daniel Grando); Leandro Guerreiro, Indinho e Leandro Luís (CA) (Álisson); Jônathan (Mateus Lucena) e Luís Muller. Treinador: Zé Humberto.

ITUIUTABA: Felipe Sanches (CA), Leandro, George, Rafael Alves (CA) e Magalhães (CA); Olívio, Claudinei, Edmar (David) e Jean Cléber (Gustavo); Marclei e Paulão (CA)(Kiko).Treinador: Nedo Xavier.

RESULTADOS DO GRUPO A

Em Patrocínio, Uberlândia derrotou a Patrocinense por 1×0 e não pode ser alcançado na primeira posição, com 22 pontos conquistados, contra 16 da URT e 15 da Patrocinense. A URT  ficou no empate em Araguari contra o Flumnense em 2×2. Com o resultado, Fluminense está rebaixado para a “terceirona”.

Por: Adamar Gomes
Foto: Wallisson Alves

3 ideias sobre “Apagão no Mamoré, que perde para o Boa

  1. Essa vitoria do BOA foi um balde de agua fria na minha opinião,eu preferiria 1.000 vezes enfrentar o Nacional de Nova Serrana ou URT,qualquer um,menos ter o BOA em nossa chave.A diferença é de comando mais profissional,esses irmãos,são muito mais preparados profissionalmente do que todos do Uberlandia.Esse é um problema SIM,que não venham os senhores dizer que não é,porque é.Eu dizia isso ontem á tarde para amigos na Praça de Alimentação do Shopping.Se acontecer uma vitoria do Boa,contra o Mamoré em Patos nesta quarta,fudeu foi tudo.E o pior aconteceu.Não é que os caras,foram em Patos e venceram o Mamoré.AGORA SÓ NOS RESTA TORCER,POIS O MODULO II VAI COMEÇAR,QUE NO PRÓXIMO DOMINGO,FAÇAMOS UM BOM AMISTOSO E NOS PREPAREMOS PARA A NOVA DISPUTA.

  2. Tinha torcedor do Mamoré falando que o time perdeu porque sentiu a falta do Niltinho. Quando o Niltinho faz falta é porque a coisa tá muito feia!!!

Os comentários estão fechados.