As três medalhas de Ouro na China

O Brasil termina a Olimpíada de Pequim com um total de 15 medalhas, sendo três de ouro, quatro de prata e oito de bronze, 23° lugar na classificação geral. César Cielo, Maurren Maggi e a Seleção de Vôlei Feminino foram os que conquistaram a medalha de ouro.

César Cielo levou o Brasil pela primeira vez na história ao lugarmais alto do pódio, na natação, vencendo a prova dos 50m livre. Na prova dos 100 m livre, Cielo faturou o terceiro lugar e ficou a medalha de bronze, sua primeira medalha olímpica. Dois dias depois, ganhou o Ouro nos 50m com direito a novo recorde olímpico, tempo de 21s30.

Maurren Maggi conquistou a medalha de ouro no salto em distância, encerrando 24 anos de jejum brasileiro de títulos olímpicos no atletismo. O último feito foi de Joaquim Cruz, nos 800m rasos em Los Ângeles-84. A vitória de Maggi foi a primeira em provas individuais de uma mulher brasileira na história dos jogos. Maurren saltou 7.04.

Seleção de Vôlei Feminino ficou com o Ouro após uma campanha altamemte positiva. Na primeira fase Brasil passou pela Argélia, Rússia, Sérvia, Casaquistão e Itália, todos por 3 sets a zero. Nas quartas-de-final, a equipe comandada por José Roberto Guimarães passou pelo Japão e derrotou a China, na semifinal, também por 3×0. Na decisão, 3 sets a 1 sobre os Estados Unidos.

Quadro de Medalhas

Desta vez a anfitriã China ficou na liderança do Quadro Final, com maior número de medalhas de ouro conquistadas. Foram 51 de ouro, 21 de prata e 28 de bronze, 100 no total. Estados Unidos em segundo com 36 de ouro, 38 de prata, 36 de bronze e 110 no total. Rússia na terceira posição com 72 medalhas, sendo 23 de ouro, 21 de prata e 28 de bronze. Reino Unido ficou em 4° com 47 medalhas, 19 de ouro, 13 de prata e 15 de bronze. Alemanha ficou com a 5ª posição com 16 de ouro, 10 de prata e 17 de bronze, 41 no total.

(AG)