Atlético perde jogo, mas continua na liderança

Atlético foi melhor no primeiro tempo no “Pacaembu”, diante do Corínthians, mostrando personalidade , jogando como verdadeiro líder do campeonato brasileiro. Corínthians foi melhor na etapa completar e vencer por 1×0, gol marcado pelo zagueiro Paulo André, de cabeça, depois de escanteio cobrado da direita, aos 18 minutos.

Aos 32, o atacante Émerson, do Corínthians, que já havia recebido o cartão amarelo, ajeitou a bola com a mão e foi penalizado com o cartão vermelo. Saiu de campo esbravejando. Treinador Tite ofendeu a arbitragem e também foi expulso.

A partir daí, o time paulista recuou e deu campo ao Atlético para atacar. Guilherme já havia substituído a Jô, no comando do ataque. Treinador Cuca mandou pro jogo, Neto Berola e Escudero, tirando Marcos Rocha e Leandro Donizete. Aos 45, lance polêmico. O árbitro da Federação Carioca, Péricles Bassols invalidou ataque do Galo, alegando falta do zagueiro Leonardo Silva, na disputa de uma bola no alto, com Fábio Santos. Guilherme chegou a finalizar para o fundo da rede.No finalzinho, o lateral-esquerdo Júnior César, do Atlético, recebeu o vermelho. Atleticanos reclamam de gol anulado e do outro lado, a reclamação é de um pênalti em cima de Émerson.

Atlético não perdia a 14 jogos. Em 20 jogos disputados, Galo só perdeu para São Paulo e Corínthians. São 15 rodadas em primeiro lugar, beneficiado pelo empate do Fluminense com o Figueirense, no sábado.

Ronaldinho Gaúcho e Réver (terceiro amarelo) e Júnior César, deslfacam o Galo para o jogo em Salvador, diante do Bahia. Atacante Jô, que deixou o gramado com dores na coxa esquerda, será avaliado pelos médicos.

FICHA DO JOGO

Corinthians
Cássio, Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos (Wallace); Ralf, Paulinho, Douglas (Edenílson) e Danilo; Romarinho (Martinez) e Emerson
Técnico: Tite

Atlético
Victor, Marcos Rocha (Neto Berola), Leonardo Silva, Réver e Junior César; Pierre, Leandro Donizete (Escudero), Danilinho, Ronaldinho e Bernard; Jô (Guilherme)
Técnico: Cuca

Gol: Paulo André (COR, 18min/2ºT)
Cartões amarelos: Leandro Donizete, Leonardo Silva, Junior César, Réver e Ronaldinho (ATL), Emerson, Douglas, Paulo André, Chicão, Alessandro e Cássio (COR)
Cartão vermelho: Emerson (COR, 31min/2ºT) e Junior César (ATL, 45min/2ºT)
Público: 36.493 pagantes

Árbitro: Pericles Bassols (FIFA-RJ)
Assistentes: Altemir Hausmann (FIFA-RS) e Fábio Pereira (TO)

(AG)