Com dez e, de virada, URT bate Desportiva na Série D

_DSC9207

Em sua estreia na série D do campeonato brasileiro, a URT derrotou a Desportiva Ferroviária do Espírito Santo por 2×1, de virada e com um jogador a menos, na tarde deste sábado (12) no Estádio Zama Maciel.

A Tiva abriu o marcador aos 28 minutos, com gol do atacante Acerola. Aos 38, o centroavante Tony, da URT, empatou a partida, terminando o primeiro tempo em 1×1.

Nesse tempo do jogo, a equipe grená criou mais chances de gol. Numa delas, Rael ficou cara a cara com o goleiro Pablo, que fez a defesa. O mesmo Rael, perdeu um gol feito e, dentro da pequena área, de peito, conseguiu mandar a bola por cima do travessão.

A URT perdeu o lateral-direito Guilherme, por expulsão, ao subir no alambrado para comemorar com a torcida, o gol de empate, no qual ele teve a participação. Como havia recebido cartão amarelo, o jogador foi expulso pelo árbitro da Federação Paulista.

O técnico Magela Rodrigues teve que tirar de campo o atacante Tony, para recompor a defesa, entrando Wesley de zagueiro, passando Luan para a lateral.

Mesmo com dez, foi a URT que passou a mandar no jogo, a começar pela aplicação tática na marcação ao adversário, que não teve poder de criação na etapa final.

O lance que acordou o torcedor celeste foi aos 24 minutos, com a sequência de duas bolas no travessão da Desportiva, chutes desferidos por Michel Paulista e Diogo Capela, dois destaques da partida.

Mas, o melhor estava por acontecer para a torcida azul. Aos 43 minutos, o golaço de Michel Paulista. Recebeu na direita do ataque, deu o drible da “vaca” no adversário e bateu pro gol. A bola descreveu uma curva e foi parar dentro do gol, no ângulo direito, sem defesa para o goleiro Felipe.

Era a senha para o início da comemoração celeste, com a equipe patense conseguindo estrear com vitória na série D do campeonato brasileiro. No finalzinho, o meia Rico, ainda teve mais uma chance, com a bola passando perto da trave direita da equipe capixaba.

Resultado memorável para a URT, que formou um time totalmente diferente daquele que se sagrou campeão do interior, no Estadual 2016 e, com os seus garotos e outros jogadores conseguidos através de empresários, chegou ao resultado consagrador.

O treinador Magela Rodrigues se mostrava satisfeito no final, com a obediência tática da sua equipe, fator preponderante para alcançar a vitória.

URT: Pablo, Guilherme (CA) (expulso aos 38 do 1º tempo); Luan, Danilo Cocada e Fernando; Ian Gomes, Rico, Diogo Capela (Émerson) e Pedrinho (Marcelo); Tony (Wesley) e Michel Paulista (CA). Treinador: Magela Rodrigues.

Desportiva Ferroviária: Felipe, Fabinho Capixaba, William (CA), Alemão e Anderson Tasca; Moreira (Jefinho), Tiago, Léo Silva (CA) e Wandinho (David Dener); Rael e Acerola (Madson). Treinador: Fabiano Rossato.

Árbitro: Aurélio Santana Martins (Federação Paulista); assistentes: Leonardo Henrique Pereira e Felipe Souza Leal (Federação Mineira de Futebol).

O outro jogo

A outra partida do grupo A12 foi disputada em Goianésia, com vitória do Volta Redonda, de goleada, por 4×0, sobre o Goianésia.

Próximo jogo

A URT volta a jogar na segunda-feira, dia 20 de junho, às 20h, no Estádio Raulino de Oliveira, diante do Volta Redonda.

AG esporte
Fotos: Toninho Cury

 

 

2 ideias sobre “Com dez e, de virada, URT bate Desportiva na Série D

  1. Vc esta assistindo muito jogo da seleçäo Brasileira, por isso seu controle de qualidade esta alto, parabens a URT, um time jovem e muito bom. Parabens

  2. Uma pelada sem tamanho……O jogo ruim, assim defino o que foi esta partida de futebol, se é que podemos chamar aquilo de um jogo de futebol. Dois times amadores, sem criação, sem profissionalismo, uma verdadeira pelada. A CBF devia proibir dois times tão ruins de participarem do campeonato da serie D.

Os comentários estão fechados.