Cruzeiro, bicampeão mineiro invicto

eu-ja-sabiaJogo final do Campeonato Mineiro terminou em 1×1 e o Cruzeiro ficou de forma invicta na disputa 2009. São 35 conquistas no total e dez vezes com invencibilidade. No primeiro jogo, vitória azul por 5×0. No empate deste domingo, Fabiano marcou para o Galo e Kleber, de pênalti, empatou para o Cruzeiro, os gols no primeiro tempo. Campanha estrelada no Mineiro: 12 vitórias e cinco empates.

Galo marcou primeiro aos 16 minutos, numa bola cruzada da esquerda com Éder Luís. O empatou foi aos 20 depois de pênalti cometido por Marcos Rocha em Soares e cobrado por Kleber.

Diego Tardelli balançou a rede aos 43, porém estava impedido, marcação correta da assistente Katiúscia Mendonça, apesar das reclamações reementes do técnico Leão, expulso no intervalo pelo árbitro Leonardo Gaciba (Federação Gaúcha).

Atlético ficou com dez aos 5 do segundo tempo pela expulso de Carlos Alberto, que recebeu o segundo amarelo por uma falta em Wagner. Após a metade da etapa final, a torcida cruzeirense já gritava Bicampeão. Outra grande vibração foi quando da entrada de Sorín, aos 38 minutos, em lugar do volante Fabrício, que deixou o gramado sentindo câimbras.

gol-cruzeiroCruzeiro: Fábio, Jancarlos (Elicarlos), Léo Fortunato, Gustavo e Gérson Magrão; Henrique, Fabrício (Sorín), Marquinhos Paraná e Wagner; Kleber e Soares (Wellington Paulista). Treinador: Adilson Batista

Atlético: Juninho, Marcos Rocha, Marcos, Welton Felipe e Júnior; Rafael Miranda, Carlos Alberto, Márcio Araújo e Fabiano (Júnior Carioca); Éder Luís e Diego Tardelli. Treinador: Leão

Renda: R$ 945.846,00; Público: 38.186 pagantes

torcida-cruzeiro

CAMPEONATO PAULISTA

Na briga dos alvi-negros na decisão do Paulista quem levou a melhor foi o Corinthians no Pacaembu diante do Santos. Este é o 26º título paulista após o 1×1 e significa a primeira conquista invicta no Estadual desde 1972. A campanha do Coringão: 49 pontos em 23 jogos, 13 vitórias e dez empates.

É o quinto título invicto da história corintiana, o primeiro em 71 anos. O feito já havia acontecido em 1914, 1916, 1929 e 1938. O último campeão paulista sem derrota havia sido o Palmeiras em 1972, que venceu 15 partidas e empatou sete jogos, 37 pontos em 22 partidas, sendo que época a vitória tinha o valor de dois pontos.

Kleber Pereira, de pênalti, marcou para o Santos e André Santos empatou para o campeão Corinthians.

CAMPEONATO CARIOCA

Flamengo ficou com o título do Campeonato Carioca com os 2×2 diante do Botafogo nete domingo no Maracanã. Kléberson aos 19 e aos 38 (cobrando falta) colocou o rubro-negro em vantagem. Reação do Botafogo no segundo tempo, gols de Juninho (de falta) aos 16 e Túlio Souza aos 19. O alvi-negro teve a chance de marcar numa cobrança de pênalti, defendida por Bruno, no chute de Vítor Simões. Bruno que foi o herói na decisão nos tiros livres da marca do pênalti.

Deu Flamengo: 4×2. O rubro-negro teve aproveitamento 100% nas cobranças de Kléberson, Juan, Aírton e Léo Moura. Botafogo marcou com Léo Silva (conhecido da torcida patense). Juninho cobrou e Bruno defendeu. Gabriel marcou e Leandro Guerreiro cobrou aquele que seria o último, com outra defesa do goleiro do Mengo.

CAMPEONATO GOIANO

Goiás fica com o título com a vitória de 2×0 sobre o Atlético Paranaense, gols de Iárley e Felipe.

CAMPEONATO BAIANO

Vitória fica com o título após empate em 2×2 com o Bahia. O rubro-negro entrou com vantagem do empate por ter vencido a primeira partida por 2×1. Vitória é tricampeão baiano.

CAMPEONATO CEARENSE

O título é do Foltaleza, com o empate em 1×1 com o Ceará. Marcelo Nicácio marcou para o Fortaleza e Arlindo Maracanã anotou para o Ceará.

CAMPEONATO PARANAENSE

Deu Atlético Paranaense com os 2×0 sobre o Cianorte. Coritiba terminou em terceiro com o empate de 0x0 com o Nacional. J.Maluceli conquistou o vice-campeonato, vencendo o Paraná por 4×2. Completando a rodada, Iraty derrotou o Paranavaí por 2×1. Atlético Paranaense chegou aos 17 pontos contra 16 do J.Malucelli e 15 do Coritiba. É o 22º título do Atlético.

CAMPEONATO CATARINENSE

A comemoração é do Avaí, após doze anos de jejum no estadual, chegando à sua 14ª conquista.. O jogo na Ressacada terminou com vitória do Avaí por 6×1 sobre o Chapecoense, sendo 3×1 no tempo normal e 3×0 na prorrogação.

CAMPEONATO PARAIBANO

O Souza é o campeão na Paraíba, ao vencer neste domingo o Treze de Campina Grande por 2×1.

Fonte: www.agesporte.com.br