Cruzeiro esquece futebol e leva 4 em La Plata

Capa do Jornal El Dia de La Plata

Capa do Jornal El Dia de La Plata

Não poderia ser pior. Perder a invencibilidade era uma questão de tempo. Um jogo mais complicado no Campeonato Brasileiro ou até mesmo na Copa Libertadores. Mas certamente poucos imaginavam que seria assim. 4 a 0 para o Estudiantes. O jogo foi disputado em La Plata, cidade vizinha a Buenos Aires. Foi a primeira derrota do Cruzeiro em toda temporada. Os mineiros defendiam uma sequência de 19 jogos sem derrotas. Adilson Batista prefetiu culpar o atraso na chegada do time ao estádio pelos erros cometidos durante o jogo. A delegação ficou presa em um congestionamento na estrada que liga Buenos Aires a La Plata e teve pouco tempo para se aquecer.

Mudanças em momentos decisivos

Novamente Adilson mudou o time. Gerson Magrão jogou adiantado.  Jancarlos entrou na direita e Jonathan foi o lateral esquerdo. A explicação de Adilson Batista para a goleada veio após o jogo. “Não é um pretexto, mas em função do pouco tempo de aquecimento a equipe entrou um pouco sonolenta e desatenta. Nós acabamos dando alguns gols. A gente tentou corrigir no intervalo. Pedi uma atenção maior. Tínhamos que ter os devidos cuidados com o Verón, que acabou tendo uma certa facilidade”, analisou em sua entrevista coletiva após a goleada. Os gols da partida foram marcados por Verón e Fernández no primeiro tempo. Prette fez dois no segundo tempo. O Cruzeiro segue lider do Grupo 5. A vantagem para o Estudiantes é de apenas 1 ponto. O último jogo na primeira fase será contra o Deportivo Quito no dia 22 de abril. A partida será no Mineirão.

O que disse a imprensa argentina?

Diário Olé – Goleada sin peajes (Goleada sem pedágios) – O jornal faz referência ao atraso do Cruzeiro para chegar ao estádio. O Olé ainda elogiou bastante a participação do maestro Verón e do avançado Prette.

Diário El Dia – A lo Grande – O jornal exalta a atuação de Juan Sebástian Veron. Lá ele é chamado de “la brujita” – o bruxo, feiticeiro. Quem também ganhou rasgados elogios do diário platense foi Fernández – chamado carinhosamente na argentina de “la Gata”.

Uol.com.ar – El Pincha se lució y goleó en La Plata a Cruzeiro (El Pincha – como é chamado pela torcida o Estudiantes – se destacou e goleou Cruzeiro em La Plata) O portal argentino fala da grande chance de classificação da equipe de Verón. Agora o Estudiantes soma nove pontos e está com um pé nas oitavas.

Ficha do Jogo

ESTUDIANTES 4 x 0 CRUZEIRO

Estudiantes
Andújar; Angeleri, Christian Cellay, Desábato e Iberbia; Pérez, Braña, Juan Sebastián Verón (Sanchez) e Benítez; Boselli (Sánchez Prette) e Gastón Fernandez (Calderón)
Técnico: Alejandro Sabella

Cruzeiro
Fábio; Jancarlos (Elicarlos), Leonardo Silva, Thiago Heleno e Jonathan (Bernardo); Fabrício, Henrique, Marquinhos Paraná, Ramires e Gérson Magrão; Wellington Paulista (Soares)
Técnico: Adilson Batista

Árbitro: Roberto Silvera (Uruguai)
Gols:Véron, aos 5min, Gastón Fernandez, aos 32min do primeiro tempo; Sánchez Prette, aos 28min e aos 32min do segundo tempo

(MG)