Edinho fala como novo treinador do Trovão

Imagem 481 (Small)

O novo treinador da URT chegou ao Gálatas Golden Hotel às 11 horas da manhã desta quinta-feira, para sua apresentação oficial e primeira entrevista à imprensa. Ao cumprimentar radialistas e jornalistas, entregou o seu cartão pessoal, onde está descrito os clubes para os quais trabalhou, desde o início de sua trajetória nas categorias de base do Internacional de Porto Alegre.

Edson Porto (Edinho) realizará seu primeiro trabalho em Minas Gerais, comandando o Trovão Azul no campeonato mineiro do módulo I de 2016.

Algumas declarações de Edinho em sua primeira entrevista.

– A gente vem conversando já há um certo tempo. Eu tinha a ideia de trabalhar em Minas, um futebol de muita visibilidade. E nada melhor que uma oportunidade de trabalhar com um clube que vai nos condição de realizar um grande trabalho. Então, a satisfação de estar aqui.

– Acho que em qualquer situação, em Minas ou qualquer estado da Federação, quando se trabalha em numa formação de grupo o ideal é ter um equilíbrio. Eu sempre gostei de valorizar a categoria de base, dar oportunidade, mas é necessário ter uma mescla. Não pode ter um time só de jogadores experientes e nem só de jovens. Tem que ter esse equilíbrio para que as coisas realmente funcionem e é dessa maneira que eu gosto de trabalho.

– Aqui no Mineiro são onze jogos. Cada jogo é uma decisão. Nós temos que encarar dessa maneira, onde não pode ter erro…. a gente tá pensando fazer um time competitivo, uma equipe forte para que a gente não tem sustos.

– Gosto sempre de ter uma equipe buscando a vitória prá ganhar o jogo. Tanto que eu tenho uma estatística de 1024 jogos. São mais de oitocentas vitórias, 111 ou 112 empates (não estou com os números aqui), 104 derrotas, isso em quase trinta anos de carreira como profissional. Então esse é o objetivo, sempre buscar as vitórias. É claro que hoje, mais do que nunca, tem equipes equilibradas, equipes de um poderio muito grande… então nós temos que ir pro campeonato objetivando ganhar o máximo de partidas possível, mas sempre com equilíbrio, com tranquilidade, para que as coisas não fujam do nosso controle.

Diretor de futebol

Juntamente com o treinador Edson Porto, foi apresentado o novo diretor de futebol. Trata-se de Bruno Lobato, empresário do futebol, que vem realizando uma parceria com a URT, há algum tempo.

O evento desta quinta-feira, contou também com o lançamento do programa sócio-torcedor para 2016, uma ação do departamento de marketing do Clube celeste.

Edson Porto (Edinho)

Iniciou carreira nas categorias de base do Internacional de Porto Alegre. Foi campeão pelo Yokohama F. Marinos na J League, em 1995 e campeão mato-grossense em 2001, à frente do Juventude (MT).  Dirigiu o Sampaio Correia em 2009, campeão da Taça Cidade de São Luís.

Edson Porto começou como treinador nas equipes de base do Internacional em 1984. Passou pelo Grêmio em 1992, também nas bases. Trabalho pela primeira vez no Japão em 1993.

A partir de 1999, dirigiu o ADAP/Galo Maringá, Brusque, São Luiz, São Paulo RS, Santo Ângelo, Juventude MT, Pelotas, Brasiliense, Inter de Santa Maria, Botafogo de Ribeirão Preto e Gama.

Retornou ao Japão em 2006. A partir de 2007, de volta ao Brasil, passou pelo Gama, Ituano, Veranópolis, XV de Novembro, Guará, Moto Clube e Goiânia.

Em 2009, dirigiu o União da Madeira, em Portugal. Em 2010 foi treinador do Sampaio Correia, passando ainda pelo Veranópolis, Santa Cruz RS, River, Moto Clube e ACD Potiguar de Mossoró.

Por: www.agesporte.com.br
Fotos: Toninho Cury

3 ideias sobre “Edinho fala como novo treinador do Trovão

  1. Essa diretoria da URT, não emenda mesmo…..Não chega esse ano o que aconteceu com o Vilson Tadei, treinador sem nenhuma expressão. Já começa mal treinador desconhecido do futebol mineiro, sem nenhuma chance de dar certo…….mas um ano pra lutar contra o rebaixamento e trocar de treinador num campeonato de onze jogos. É dura hein diretoria, tá faltando bom senso e mais competência.

  2. Parabéns à URT! Contratar um treinador que venceu 80% dos jogos que treinou não é fácil. Ele deve ser o melhor treinador do mundo pela estatística que ele apresentou. Vai ser difícil segurá lo por muito tempo. Times como Barcelona e Real Madrid podem querer levá lo no meio do campeonato.

Os comentários estão fechados.