Estádios vazios na Segunda Divisão

estádio vazioO que chamou mais a atenção na rodada da Segunda Divisão  Mineira foi o número de pagantes, nos jogos disputados na quarta (9) à noite. Somando-se o público das três partidas, realizadas em Itabira, Coronel Fabriciano e Sete Lagoas, chegamos a apenas 15.

Foram quatro pagantes em Itabira e Fabriciano e mais sete na Arena do Jacaré (um pagante para cada Lagoa). Arrecadação nos três jogos: R$ 150 reais.

O público tem sido pequeno na competição, mas o vexame poderia ter sido menor caso os jogos fossem disputados em outro horário. No caso dessa quarta-feira, o torcedor tinha inúmeras opções na TV, como os jogos do Cruzeiro contra o São Paulo e do Atlético, atuando em Campinas, diante da Ponte Preta, pelo Campeonato Brasileiro.

Resultados

Em Itabira: Novo Ipatinga 1×2  Funorte. Gols de Pedro Augusto para o Novo e Léo Andrade para o Formigão.

Em Coronel Fabriciano: Trio 1×2 Valério. Gols de Muller (Trio), Cleisson e Ícaro (Valério).

Em Sete Lagoas (Arena do Jacaré): Arsenal 0x2 Coimbra. Gols de Kelvin (contra) e Douglas.

Por: www.agesporte.com.br

2 ideias sobre “Estádios vazios na Segunda Divisão

  1. o dia que os times do interior acordarem e criarem uma liga de futebol do interior ai sim o futebol mineiro vai reagir…ficar pensando que atlético e cruzeiro vão trazer dinheiro é besteira ….futebol do interior tem que ter no minimo 6 meses de campeonato..pra voltar ter aquela alegria que tinhamos antes…acordem diretores acordem….pq se continuar assim nosso futebol vai acabar…

  2. O futebol do interior mineiro não tem estrutura para ter 3 divisões, o estado é muito grande, as viagens são longas, o certo seria ter a primeira divisão como é hoje, e a segunda divisão com 18 times divididos em 3 grupos de seis regionalizados. Outra coisa que esta matando o futebol do interior são estes times de empresarios, que não tem nenhuma identificação com as cidades, esse Nacional , por exemplo que aportou aqui em Patos, esse ano, o torcedor não se identificou com esse time, esses times de empresarios são um cancer, para times tradicionais, por onde eles passam deixam um rastro de destruição.

Os comentários estão fechados.