Jogo de apresentação

Diretoria da URT acertou ontem um jogo-treino para a próxima segunda-feira no Estádio Zama Maciel. Adversário é o Clube Atlético Patrocinense, que com seu time sub-17 enfrentou a URT-Vila no final do ano passado na decisão da categoria, com vitória da parceria patense. Este é o CAP adulto. É o adversário para movimentar a bola no Zama Maciel e principalmente uma APRESENTAÇÃO dos jogadores à torcida.

Palhinha já havia dito da possibilidade da não-realização de amistosos. O cronograma previa muito trabalho físico no início da temporada, como de fato ocorreu e coletivo nesta fase atual. Este é uma espécie de coletivo. Diferente, pois será contra uma outra equipe. As observações continuam a ser feitas, seja nos coletivos ou em jogos-treinos.

Mas eu falo da APRESENTAÇÃO dos jogadores. É verdade. É um elenco totalmente diferente, com raríssimas exceções e não são muitos os torcedores que podem acompanhar os treinamentos. Esta é a oportunidade de, ANTES da bola rolar PRÁ VALER no Módulo II, o torcedor tomar conhecimento de QUEM É QUEM no novo time AZUL.

Há muito a URT, com seus profissionais, não atua no Zama Maciel. O último confronto foi em maio do ano passado, dia 18 mais precisamente, encerrando a participação no Módulo II. Não caiu, porém foi uma participação apagada, pouco apoiada pela galera. Torcedor, na realidade, desistiu do time no meio do caminho e passou a não comparecer no Zama Maciel. Foi a estação de piores públicos registrados no Estádio da Avenida Brasil.

Acho que este confronto vai ser interessante neste sentido. Palhinha continua observando (repito: faria isto mesmo nos coletivos e pode fazer num jogo-treino), o POVÃO vai conhecer os jogadores que ainda não conhece e vai se aproximar mais da diretoria, sentir de perto a maneira em que se quer administrar o clube, constatar que o momento é de ajudar, comparecendo, apoiando, participando da vida do clube.

O MAIOR PATRIMÔNIO de um clube de futebol é a SUA TORCIDA. Todo mundo já sabe desta história. Para se ter futebol tem que haver participação do torcedor e o momento é agora, no jogo-treino (que seja) e principalmente no CAMPEONATO. É esta interação que deve existir: diretoria, comissão técnica, jogadores e torcedores, nós todos, da cidade, que queremos cada vez mais o crescimento do FUTEBOL, do nosso ESPORTE…

(Adamar Gomes)