Júlio César brilha e leva o Brasil para as quartas-de-final

Jogo sofrido no Mineirão. Brasil jogou mal e decidiu nos pênaltis com o Chile: 3×2, com duas defesas de Júlio Cesar, após 1×1 no tempo normal e 0x0 na prorrogação.

julio cesar 4

Que sufoco!

Brasil e Chile empatam no Mineirão em 1×1, no tempo normal e 0x0 na prorrogação. Decisão nos pênaltis, com a estrela de Júlio César para defender duas cobranças.

Seleção Brasileira, mais uma vez, ficou devendo. Marcou aos 18min, com David Luiz, depois do escanteio cobrado por Neymar pela esquerda. Jara dividiu com David Luiz e a bola entrou no canto.

Empate chileno aos 32min, num passe errado de Hulk. Alexis Sanchez bateu no canto direito de Júlio César.

Brasil com mais chances, mas cometendo erros infantís, como a falha na saída de bola.

No segundo tempo, Hulk dominou com o braço aos 9min e mandou pro gol, que não valeu. Acertou a arbitragem.

A partir desse lance, a Seleção se perdeu em campo, com abatimento visível. O Chile dominou se Júlio César teve que praticar uma defesa importante, numa finalização de Aranguiz.

O tempo normal terminou com o Chile se arriscando mais.

Na prorrogação, Brasil procurou mais o gol, porém foi o Chile que teve a melhor chance, uma finalização de Pinilla no travessão.

Nos pênaltis, Júlio César fez a diferença.

David Luiz fez 1×0. Pinilla bateu e Júlio César defendeu. Willian bateu prá fora. Sanchez foi o próximo a bater e novamente, Júlio César cercou. Marcelo marcou o segundo. Aranguiz conseguiu o primeiro para o Chile. Na cobrança de Hulk, o goleiro Bravo se deu bem. Diaz empatou (2×2). Neymar foi o último cobrador e fez o terceiro. Jara acertou a trave. Brasil classificado. Chile, saiu de cabeça erguida, mas eliminado.

Howard Webb, da Inglaterra, apitou bem. Luiz Gustavo recebeu o segundo cartão amarelo e está fora da próxima partida, sexta-feira, em Fortaleza.

Brasil:

Júlio César, Daniel Alves (C.amarelo), Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo (C.amarelo), Fernandinho (Ramires) e Oscar (Willian-na prorrogação); Hulk (C.A.), Fred (Jô) (C.A.) e Neymar. treinador: Luiz Felipe Scolari.

Chile:

Bravo, Isla, Silva (CA), Medel (Rojas), Jara e Mena (CA); Diaz, Aranguiz e Vidal (Pinilla) (A); Alexis Sanchez e Vargas (Gutierrez). Treinador: Jorge Sampaoli.

julio cesar 3