Mamoré campeão do Módulo II 2014

_DSC1789Tri… campeão!!! Ecoou neste domingo, o grito da galera do Sapo, no “Bernardo Rubinger”. Mamoré bateu o Tricordiano e sagrou-se campeão do Módulo II do Campeonato Mineiro, pela terceira vez. Placar final: 3×1 para o Verdão. Jonathan Reis aos 12min, abriu o marcador. Aos 14, chance para o Tricordiano na cobrança de pênalti de Leandro Bocão, mas o goleiro Fabrício Rapchan defendeu. Aos 27, o segundo gol do campeão, com Charles.

No segundo tempo, Jonathan Reis chegou ao seu 10º gol no Módulo II (o artilheiro foi Daniel Morais, do Uberlândia, com 11). Gol aconteceu aos 8 min, de pênalti,, cometido por Thiago em Luís Ricardo. Os dois acabaram expulsos pelo árbitro, por troca de “gentilezas”. No finalzinho do jogo, Fabrício cometeu outro pênalti e recebeu mais um cartão, redundando no vermelho. Com a expulsão do goleiro esmeraldino e com as três substituições realizadas, Jonathan Reis foi para o gol. Yan cobrou o pênalti e fez o único do Tricordiano, aos 46min. O árbitro terminou o jogo e o Mamoré sagrou-se, pela terceira vez, campeão do Módulo II.

MAMORÉ 3×1 TRICORDIANO

MAMORÉ: Fabrício Rapchan (A)(expulso), Bruno Limão, Thales, Ediê (Ciro) e Fabiano (Maxsuel); Luan, Luís Ricardo (expulso), Charles e Luisinho; Wellington (Jean Carlo) e Jonathan Reis (que foi para o gol, após a expulsão de Fabrício). Treinador: Gerson Evaristo, que conseguiu o segundo acesso seguido. No ano passado foi vice-campeão com o Minas de Sete Lagoas.

TRICORDIANO: Tamiási, Marquinhos (A), Adinaldo (Guma), Tayrone (A) e Thiago (A)(Expulso); Adriano, Rílber (A) (Tião), Yan e Luís Fernando; Leandro Bocão (A) (Jordan) e Maxsuel. Treinador: Robertinho.

Árbitro: Flávio Henrique Coutinho Teixeira; assistentes: Celso Luiz da Silva e Luiz Antonio Barbosa.

Público: 3.138 pagantes (sem contar os sócios-torcedores). Calcula-se em cinco mil, o público presente.

Os outros resultados

Em Montes Claros, disputando vaga para o acesso, o Uberlândia acabou perdendo para o Montes Claros por 3×2, no “José Maria Melo”, com 157 pagantes. Rafael, Vinícius e Anderson fizeram para o time do Norte de Minas; Evandro e Daniel Morais marcaram para o Uberlândia, que não conseguiu sua classificação.

Em Governador Valadares, o Democrata fez o dever de casa e se classificou para o Módulo I, fazendo 3×2 no Social. Hamilton (2) e Jéferson marcaram para a Pantera; Tayrone e Anderson para o time de Coronel Fabriciano. Foram 724 pagantes.

Classificação 

A classificação final do Hexagonal:

1º- MAMORÉ – 24 pontos – 8 vitórias – 0 empate – 2 derrotas – 19 gols marcados – 10 sofridos – saldo 9

2º- DEMOCRATA GV – 19 pontos – 6 vitórias – 1 empate – 3 derrotas – 14 gols marcados – 9 sofridos – saldo 5

3º- Uberlândia – 19 pontos – 6 vitórias – 1 empate – 3 derrotas – 22 gols marcados – 18 sofridos – saldo 4 (por um gol, o Uberlândia não conseguiu a sua classificação)

4º- Tricordiano – 10 pontos – 3 vitórias – 1 empate – 6 derrotas – 10 gols marcados – 17 sofridos – déficit de 7 gols

5º- Montes Claros – 8 pontos – 2 vitórias – 2 empates – 6 derrotas – 9 gols marcados – 16 sofridos – déficit de 7 gols

6º- Social – 6 pontos – 1 vitória – 3 empates – 6 derrotas – 13 gols marcados – 17 sofridos – déficit 4 gols

Tricampeão

A primeira conquista foi em 1991. Mamoré classificou-se em primeiro lugar nas primeira e segunda fases e foi para a fase final, juntamente com URT, Muriaé e Coromandel. Título ficou com o Sapo (27 pontos), com a URT em segundo (26). As duas equipes patenses subiram juntas para o campeonato mineiro de 1992, ano do Centenário da cidade de Patos de Minas.

O segundo título aconteceu em 2000. Com treze participantes, Mamoré concluiu a primeira fase em primeiro do grupo A. Na segunda fase, com oito agremiações, Sapo ficou com o título (28 pontos) contra (26) do Guarani, segundo colocado.

Agora mais uma conquista: Campeão 2014.

Campanha do campeão

Primeira Fase – Grupo B
Primeiro Turno
Uberlândia 2×1 Mamoré
Mamoré 0x0 Nacional de Uberaba
Araxá 2×1 Mamoré
Mamoré 1×0 Patrocinense
Mamoré 2×3 Montes Claros

Returno
Montes Claros 0x1 Mamoré
Patrocinense 0x2 Mamoré
Mamoré 3×2 Araxá
Nacional de Uberaba 0x2 Mamoré
Mamoré 6×1 Uberlândia

Hexagonal Final
Primeiro turno
Tricordiano 1×3 Mamoré
Mamoré 4×2 Uberlândia
Mamoré 2×0 Social
Democrata 1×0 Mamoré (fim da sequência de oito vitórias)
Montes Claros 1×2 Mamoré

Returno
Mamoré 1×0 Montes Claros
Mamoré 1×0 Democrata GV
Social 1×2 Mamoré (conquista antecipada de vaga no Módulo I)
Uberlândia 3×1 Mamoré
Mamoré 3×1 Tricordiano

Resumo
20 jogos
14 vitórias
1 empate
5 derrotas

38 gols marcados
19 gols sofridos
Saldo de 19 gols

Pontos em todo o campeonato: 43 (71% de aproveitamento)

Melhor momento: Hexagonal: 24 pontos conquistados (80% de aproveitamento)

Goleadores

Jonathan Reis (10)
Luisinho (6)
Charles (6)
Wellington (4)
Luis Ricardo (4)
Leonardo Cipriano (3)
Bruno Limão (1)
Thales (1)
Jean Santiago (1)
Fabiano (1)
Ediê (1)

Classificação

Primeira fase – Grupo B
2º lugar – 19 pontos – 6 vitórias, 1 empate, 3 derrotas

Hexagonal final –
1º lugar – 24 pontos – 8 vitórias, nenhum empate, 2 derrotas

Participação dos jogadores

Luisinho – 20
Fabrício Rapchan – 19
Fabiano – 19
Luís Ricardo – 19
Bruno Limão – 18
Thales – 18
Caetano – 17
Charles – 17
Wellington – 16
Jonathan Reis – 15
Thiago Carvalho – 11
Ediê – 11
Luís Antonio – 9
Luan – 8
Maxsuel – 8
Esquerdinha – 7
Jean Santiago – 7
Vitinho – 7
Roni – 6
Ciro – 6
Jean Carlo – 4
Rafael Broeto – 1
Gilbertinho – 1

Comissão Técnica

Treinador: Gerson Evaristo
Assistente técnico: Carlos Alberto Souza Pinto – PAEL
Preparador físico: Thales Warol
Preparador de goleiros: Erick Mendes
Auxiliar: Guilherme Abreu
Médico: Dr. Tales Caixeta
Fisioterapeuta: Marcão
Roupeiro: Buiu
Massagista: Milton

Presidente: Beto Ribeiro
Gerente de Futebol: Fábio Luís

Por: Adamar Gomes
Fotos: Toninho Cury

(É permitida a reprodução, desde que citados os autores da matéria e das fotos)

_DSC1714 _DSC1715 _DSC1716 _DSC1719 _DSC1721 _DSC1725 _DSC1726 _DSC1727 _DSC1729 _DSC1731 _DSC1746 _DSC1747 _DSC1749 _DSC1752 _DSC1755 _DSC1756 _DSC1757 _DSC1760 _DSC1761 _DSC1762 _DSC1764 _DSC1766 _DSC1767 _DSC1768 _DSC1769 _DSC1770 _DSC1772 _DSC1775 _DSC1777 _DSC1779 _DSC1784 _DSC1787 _DSC1788 _DSC1789 _DSC1790 _DSC1791 _DSC1792 _DSC1794 _DSC1795 _DSC1797 _DSC1798 _DSC1799 _DSC1800 _DSC1801 _DSC1802 _DSC1803 _DSC1804 _DSC1805 _DSC1806 _DSC1807 _DSC1808 _DSC1809 _DSC1810 _DSC1811 _DSC1812 _DSC1813 _DSC1815

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3 ideias sobre “Mamoré campeão do Módulo II 2014

  1. MORO EM BRASILIA,MAS GOSTO MUITO DO SAPO, SO NO ENTENDO PORQUE A FEDERAÇAO MINEIRA NAO ORGANIZA UM TORNEIO DEPOIS QUE ACABA ESTE PERIODO MINIMO DE JOGOS OS TIMES FICAM ESPERANDO QUANTO TEMPO PRA JOGAR DE NOVO?

  2. Parabéns ao Sapão, o campeão mineiro da segundona.
    Confesso que no inicio do campeonato aqueles primeiros cinco jogos não botei muita fé no Mamoré.
    Mas, no returno com aquela sequencia de vitorias, o acesso do Mamoré foi indiscutível, o time foi um rolo compressor. É muito difícil no futebol brasileiro um time vencer treze em quinze jogos, feito executado pelo Mamoré.
    A campanha do verdão foi brilhante, impecável, digna de um time grande, assim como é o Mamoré.
    Em 2015, Patos de Minas será orgulho nacional, dois times na primeira divisão, isso é um fato marcante, para divulgação de nossa cidade no cenário nacional.
    Gostaria muito de ver um time de Patos disputando uma serie D, e quem sabe uma serie C, que hoje já tem uma visão maior no cenário nacional futebolístico.
    Enfim, Patos de Minas, está no topo de Minas, quando o assunto é futebol, Parabéns ao Mamoré, e ao esporte Patense; e viva o sapo………..

Os comentários estão fechados.