Mamoré dá detalhes da parceria com o Nacional

_DSC1521 (Small)O presidente Beto Ribeiro do Mamoré reuniu a imprensa na manhã desta quinta (22) para dar detalhes da parceria com o Nacional, que está deixando Nova Serrana para mandar os seus jogos do módulo I do campeonato mineiro em Patos de Minas, no Estádio Bernardo Rubinger.

No início dessa semana, a imprensa divulgou a decisão do Nacional Esporte Clube Ltda de se transferir para outra sede, alegando problemas políticos em Nova Serrana.

Antes de anunciar Patos de Minas, o Nacional cogitou se transferir para Pouso Alegre, mas o Estádio daquela cidade necessita de reformas e mostra-se, no momento, sem condições.
Locação

Segundo o presidente Beto Ribeiro, o Mamoré alugou o Estádio Bernardo Rubinger até o dia 30 de maio de 2013 para ser utilizado pelo Nacional para a disputa dos seus jogos pelo campeonato mineiro e amistosos.
O valor não está atrelado a percentuais de renda ou o arrecadado em placas de publicidade. Segundo Beto Ribeiro é um “valor fixo”. O dirigente alvi-verde não quis declarar o montante da negociação. Indagado se o valor seria o suficiente para pagar pelo menos duas folhas de pagamento do Mamoré no Módulo II, Beto sorriu e complementou: “pelo menos um mês”.
O Nacional deverá chegar a Patos de Minas com seus dirigentes, comissão técnica e jogadores, no início de dezembro, devendo cuidar dos alojamentos e locais de treinamentos.
Os jogos da equipe no módulo I, como mandante, deverão ser disputados aos sábados à tarde no Estádio “Bernardo Rubinger”.
O Nacional terá o direito de realizar um treinamento por semana no local da partida, provavelmente às quintas-feiras.
Sócio-torcedor

Outra vantagem para o Mamoré, que espera aquecer a venda dos carnês do programa sócio-torcedor, é a possibilidade da entrada livre para quem aderir ao projeto.
“O Sócio-torcedor do Mamoré não terá que pagar ingresso para assistir aos jogos do Nacional, nem contra um time grande, que deve ser o Atlético”, disse Beto Ribeiro.
Segundo a Agência Dom Quixote, cerca de 800 torcedores já estão inscritos no programa. A meta é chegar a dois mil.
O valor da Cadeira Vermelha é de R$ 210 reais, em cinco pagamentos de R$ 42 reais. Para a Cadeira Verde, R$ 350 reais à vista ou cinco parcelas de R$ 70 reais. Esses preços têm validade até 30 de novembro.
Lista

A lista de jogadores contratados pelo Mamoré, divulgada no último dia 13, permanece com os mesmos nomes:
Rafael Broeto (goleiro) – Santa Helena (GO)
Adílio (lateral esquerdo) – Guarani (SP)
Rafael (lateral direito) – Nacional de Nova Serrana (MG)
Josimar (zagueiro) – esteve no Mamoré na última campanha
Henrique (zagueiro) – jogou no Mamoré, estava no Uberlândia
Diego (zagueiro) – faltam pequenos detalhes
Márcio Paraíba (zagueiro) – Campinense
Alemão (zagueiro) – Tombense – em negociação
Mika (volante) – Patrocinense
Tiago Carvalho (volante) – Mamoré
Wanderson Toto (volante) – América TO e Guarani
Zotti (volante) – Tombense (ex-Atlético)
Esquerdinha (meia) – Mamoré (cedido ao Bahia)
Evandro (meia) – Mamoré (cedido ao Brasiliense)
Charles (meia) – Mamoré (cedido ao Valério)
Márlon (meia) – Villa Nova
Jonathan Reis (atacante) – Ipatinga
Jardel (atacante) – Rio Branco de Americana (SP)
Paulo Ricardo (atacante) – Mamoré (cedido ao Valério)
Jogadores da categoria Júnior (pertencem ao Mamoré):
Adriano (zagueiro) – estava no Valério
Walker (volante) – estava no Valério
Evandro Queiroz (meia) – União de Paracatu
Iago (meia-atacante) – Itaúna
Denilson (atacante) – Nacional de Nova Serrana
Mamoré ainda pretende contratar:
Dois goleiros
Um atacante
Arbitral
Em sua entrevista coletiva, o presidente do Mamoré falou ainda da reunião do Conselho Técnico do Módulo II e da possibilidade de alteração na data do início da pré-temporada. Como a competição oficial só será iniciada no dia 16 de fevereiro, é provável uma mudança de planos. Diretoria vai se reunir com a comissão técnica para essa definição.
Grupos
O módulo II começa no dia 16 de fevereiro de 2013 com dois grupos de seis equipes, na primeira fase, que se extenderá até 7 de abril. Após turno e returno, os dois primeiros colocados de cada chave, passam para o quadrangular final, também com jogos de ida e volta, para se apurarem campeão e vice. Esses dois estarão classificados para o Módulo I de 2014. Os dois últimos colocados na primeira fase, um de cada um dos grupos, serão rebaixados para a segunda divisão.
Grupo A
Mamoré, URT, Patrocinense, Uberlândia, Uberaba e Guaxupé.
Grupo B
Ipatinga, Democrata GV, Social, Poços de Caldas, Tricordiano e Minas Futebol Brasil de Sete Lagoas.
Por: Adamar Gomes
Foto: Toninho Cury