Mamoré retorna de Poços com o empate e reclamações

Mamoré retorna de Poços de Caldas comemorando o empate de 1×1 diante do Vulcão, que continua sendo o único invicto do Grupo “A” e também pelas circunstâncias da partida. Dois jogadores foram expulsos, Hugo e Pires, e o Verde terminou com nove, sem contar os erros de arbitragem reclamados pela equipe patense.

Pael, que comandava a equipe em campo, pela suspensão de Luís Eduardo, acabou expulso pelo árbitro.

Diretoria promete ir à Federação Mineira de Futebol para exigir providências enérgicas, para que fatos como ocorreram no “Ronaldão” não aconteçam mais.

Flávio Henrique Coutinho Teixeira, este o árbitro da partida, marcou pênalti para o time da casa, contestado pela equipe patense e defendido por Denilson, que se transformou numa barreira, principalmente depois que o time de Luís Eduardo, que estreava como técnico, ficou reduzido a nove homens.

Lucas abriu o marcador para o Poços aos 14, com a bola desviando em Hugo e enganando a Denilson. Hugo empatou aos 26:30, de cabeça. Com dois amarelos, Hugo acabou expulso, o mesmo acontecendo a Pires.

FICHA

POÇOS 1×1 MAMORÉ

Gols: no 1º tempo: Lucas (Poços) aos 14 e Hugo (M) aos 26:30

POÇOS DE CALDAS: Diego, Iran, Rodolfo, Rodrigo e Bruninho (Evandro); Pedro (Luciano), Lucas, Djalminha e Mika; Lucas Gonçalves (Tile) e Luís Carlos. Treinador: Sandro Gaúcho. Cartão amarelo: Rodrigo, Bruninho, Lucas e Djalminha.

MAMORÉ: Denilson, Juninho Lopes, Bruno Maia, Samuel e Evandro; Pires, Rudson, Geovani e Hugo; Gilmar (Lafaiete) e Carioca (Saulo). Treinador: Luís Eduardo (como está suspenso, Pael ficou no banco, e foi expulso). Cartão vermelho: Hugo e Pires. Cartão amarelo: Geovane e Evandro.

ÁRBITRO: Flávio Henrique Coutinho Teixeira; Assistentes: Ricardo Vieira Rodrigues e Júnior Antonio da Silva.

RESULTADOS

A 5ª rodada, a última do primeiro turno, começou neste sábado (6) com o empate entre Poços e Mamoré, no “Ronaldão”, em 1×1, resultado que dá ao Poços a condição de único invicto da chave e líder isolado, com quatro pontos de vantagem sobre o segundo colocado.

O Araxá perdeu em casa para o Tricordiano por 4×1, num resultado que coloca o Ganso numa situação complicada no campeonato, último colocado com 2 pontos, sem vitória e com cinco gols de déficit. Melhor para o Tricordiano, que assumiu interinamente a segunda posição com 6 pontos ganhos. Mamoré e Tricordiano têm 6 pontos, porém o time de Três Corações leva vantagem no saldo de gols (2 de saldo contra 2 de déficit do Verde).

Funorte caiu do segundo para o quarto lugar com 5 pontos, saldo 4. E a URT caiu do terceiro para o quinto com 5 pontos também e saldo zerado. URT e Funorte se enfrentam neste domingo no “Zama Maciel” em Patos de Minas e podem recuperar posições.

No Grupo B, o Guarani jogou em Divinópolis e derrotou o Valério por 1×0, deixando a equipe de Itabira numa situação desastrosa, com apenas 2 pontos. Guarani foi para 6 pontos e agora é o segundo colocado da chave, mas tem que esperar o jogo de amanhã entre Itaúna e Tombense, para ver se ganha ou não definitivamente a posição. A partida entre Itaúna e Tombense será às 10 da manhã e um empate, deixaria o Guarani em segundo. O vencedor no entanto, vai ficar com a segunda posição. Formiga, que folga, é o primeiro e não perde esta posição.

Vamos aguardar a rodada de domingo para ver a nova classificação do Módulo II, que vai chegando ao final do seu primeiro turno. Lembramos que os quatro primeiros colocados de cada chave vão se classificar para a segunda fase. O último colocado do Grupo A e o lanterna do B vão cair para a Segunda Divisão (Terceirona).

Os grupos da próxima fase serão assim formados: Grupo C: 1º do A, 2º do A, 3º do B e 4º do B; Grupo D: 1º do B, 2º do B, 3º do A e 4º do A.

Por: Adamar Gomes
Fotos: Toninho Cury

Veja a nova classificação

Confira a tabela

2 ideias sobre “Mamoré retorna de Poços com o empate e reclamações

  1. O Mamoré está de parabéns, mesmo com 2 a menos suportou a pressão e com muita garra segurou o empate.

    Só uma coisa: o preparador físico (Celso) não foi expulso, a matéria está equivocada nesta parte, pois acompanhei o jogo e foi ele quem terminou comandando a equipe nos minutos finais.

  2. Luiz Eduardo breve arruma esse time do Mamoré.O outro era arrogante e mascarado,andava na Rua como se fosse o Vanderlei Luxemburgo. Que mascarado o tal de Adenilson Soares

Os comentários estão fechados.