Mamoré vence amistoso em casa

Mamoré jogou amistosamente na noite desta segunda, dia 16, contra o time reserva do Patrocinense no Estádio Bernardo Rubinger de Queiroz. Mamoré venceu por 3 a 1, com gols de Deyvison (2) e Vitinho. Daison descontou para o Patrocinense.

O técnico Marcelo Serrano, do Mamoré, colocou em campo o provável time para a estreia na Taça Minas Gerais, domingo, às 10:30 horas, contra o Tricordiano, em Três Corações, no esquema 3-5-2.  Diogo; Josimar, Deyvison e Rodrigo Vitor; Guilherme, Rudson, George, Hugo Alexandre e Faim; Gilmar e Sabino.  Entraram ainda Araújo, Luciano, Lafaiete, Luis Guilherme, Rafael Fernandes, Hugo Alonso, Pedro Emílio e Vitinho. Hugo Alexandre foi expulso ainda no 1º tempo, aos 24 minutos. Clubes haviam feito acordo e jogador foi substituído por Hugo Alonso. Gilmar perdeu uma cobrança de pênalti aos 29 do 1º tempo.

O Patrocinense,  que estreou sábado na 2ª Divisão mineira e venceu o Fluminense de Araguari por 3 a 1,  não jogou com seu time principal. Técnico Sandro Gaúcho para observar jogadores reservas e alguns em teste. Equipe atuou em Patos de Minas com Alberto, Hugo Henrique, Cairo, Marcelo, Renan Lima e Horácio; Renan, Daison, Ike e Vinicius; Cadu e Léo Paraíba. Entraram no decorrer da partida Henrique, Marcelo, Mateus, César e Átila.
 
Os gols do jogo foram marcados aos 8 minutos do 1º tempo por Deyvison (Mamoré), Daison aos 43 para o Patrocinense. No 2º tempo Deyvison aos 4 e Vitinho aos 23 (Mamoré).

A arbitragem foi de Eleomar Aparecido Monteiro. Assistentes: Ronaldo Coelho Piau e Joaquim de Souza Moura, todos da Liga Patense de Desportos.

Por: Geovane Machado e Toninho Cury
Foto: Wallisson Alves

Uma ideia sobre “Mamoré vence amistoso em casa

  1. Vi jogo do Sapo ontem e gostei de uma coisa: do trabalho simples e competente da diretoria e da comissão técnica. Levo fé no Verde. Agora, penso que seja necessário ao Mamoré contratar alguns jogadores para compor o plantel. Vi bons jogadores jovens que ainda estão em formação e que podem ajudar o Verde mais a frente com o trabalho técnico que está sendo feito. União e garra é o nome que levará o Mamoré para frente nesta maratona de jogos que é a Taça Minas Gerais. Dou crédito ao trabalho da moçada e a diretoria do clube incluindo toda a comissão técnica.

Os comentários estão fechados.