Ministério Público interdita Estádios

Ministério Público do Estado de Minas Gerais interdita vários Estádios e pode paralisar os campeonatos em andamento.

O termo de audiência mostrado no site oficial da Federação Mineira de Futebol dá conta da não apresentação de laudos de engenharia de conformidade com a Portaria ME 124/09.

Depreende-se que para estes Estádios, foi certificado pelo Conselho Regional de Engenharia, o CREA-MG, que os laudos então apresentados não se encontravam em conformidade com os padrões mínimos estabelecidos pelo Decreto nº 6.795/09.

Segundo a nota, as entidades administradoras destes Estádios não estão autorizadas a designarem eventos esportivos para estes locais, até que a irregularidade seja sanada.

Entre os interditados estão os do Mamoré e URT, respectativamente, Estádios Bernardo Rubinger de Queiroz e Zama Maciel.

Os outros são: Estádio Antonio Guimarães de Almeida (Tombos), Estádio Ronaldo Junqueira (Poços de Caldas), Parque do Sabiá (Uberlândia), José Flávio de Carvalho (Itaúna), José Maria Melo (Montes Clar0s), Juca Pedro (Formiga), Estádio Waldemar Teixeira de Faria (Divinópolis).

Por: Adamar Gomes