O contrato Nacional-Mamoré

O presidente do Conselho Fiscal do E.C. Mamoré, Paulo Amâncio de Araújo, porta-voz da diretoria do Clube, concedeu entrevista, com detalhes da negociação entre Mamoré e Nacional. Paulinho confirmou a realização de reuniões da diretoria alvi-verde com dirigentes do Nacional.

A primeira proposta seria de uma fusão entre as duas agremiações. Esta hipótese está afastada, pois implicaria na extinção das duas agremiações e a criação de uma terceira.

A outra opção é de “CONTRATO DE PARCERIA COM CESSÃO DE DIREITOS”.

Esse contrato funcionaria assim:

O ESPORTE CLUBE MAMORÉ (clube fundado no dia 13 de junho de 1949) continuaria com o seu CNPJ e solicitaria licença à Federação Mineira de Futebol, quanto às suas participações em competições organizados por aquela entidade (FMF). No seu retorno, começaria do “zero”, ou seja, a Terceirona.

O NACIONAL ESPORTE CLUBE continuaria com o seu CNPJ e como integrante do Módulo I do Campeonato Mineiro, continuaria a participar da competição, mas solicitando à FMF, a alteração na sua denominação para MAMORÉ FUTEBOL CLUBE ou MAMORÉ ESPORTE CLUBE.

O patrimônio do ESPORTE CLUBE MAMORÉ seria cedido, em comodato ao clube que iria participar da “primeirona”.

Sobre a duração desse contrato, Paulo Amâncio de Araújo não soube precisar. São detalhes que terão que ser acertados nos próximos encontros.

Segundo fontes, o contrato teria a duração de cinco a dez anos.

Ao término do contrato, não havendo acordo entre as partes, o E.C. Mamoré teria que recomeçar no profissionalismo a partir do campeonato mineiro da segunda divisão (a terceirona).

– “É preciso que se esclareça, que antes de pensar que daqui a seis, sete, oito anos, nós  poderemos estar na terceira divisão; é importante pensar que a partir do próximo campeonato, nós estaremos na primeira”, disse Paulinho.

Para o torcedor Edgar Gaia, o caso se resumiria assim:

– “Se irá existir um CNPJ inativo e o “Mamoré” jogará a primeira divisão, logo existirá dois mamorés, ou seja, O NOSSO ficará INATIVO. E na primeira divisão será apenas o NACIONAL com o NOSSO NOME. Não podemos aceitar uma atitude dessa.”

O desportista João Batista Gomes, comentou sobre essa negociação. Inicialmente falou sobre Fusão, que já está descartada:

A fusão é a operação pela qual se unem duas ou mais sociedades para formar sociedade nova, que lhes sucederá em todos os direitos e obrigações. Note-se que, na fusão, todas as sociedades fusionadas se extinguem, para dar lugar á formação de uma nova sociedade com personalidade jurídica distinta daquelas.”

No caso de Fusão, o Mamoré e o  Nacional serão extintos e darão lugar a um “novo time de futebol” que não poderá ter o mesmo nome das equipes fusionadas. Essa é a lei, nos aspectos societários, tributários, contábeis e fiscais.”

Sobre Contrato:

A opção é um Contrato de Parceria com Cessão de Direitos; e procedido da seguinte forma:

(a): E. C. Mamoré – CNPJ 1: permanece inalterado. O clube solicita à FMF afastamento temporário das competições patrocinadas pela entidade.

(b): Nacional E. C. – CNPJ 2: permanece inalterado, mas há a alteração de Denominação Social na SRFB, que passaria a ser, por exemplo, Mamoré F. C.

(c): Patrimônio do detentor do CNPJ 1 – mediante Contrato de Comodato, o patrimônio seria cedido ao detentor do CNPJ  2, pelo prazo do Contrato de Parceira.

Findo o Contrato de Parceira com Cessão de Direitos, o E.C Mamoré volta às atividades esportivas na 3ª. Divisão mineira; e o Nacional permaneceria na divisão onde foi deixado com o nome de Mamoré F. C.  O patrimônio será revertido ao detentor do CNPJ 1.

Aguarda-se para os próximos dias novo encontro entre Mamoré e Nacional. Segundo Paulo Amâncio, o Nacional teria outras propostas para analisar, citando contatos com Nacional de Uberaba e Nacional de Muriaé.

Caso esse encaminhamento entre as partes (Mamoré e Nacional) prossiga, os detalhes do contrato serão acertados e o mesmo será examinado pelo Conselho Deliberativo e Sócios-Torcedores. É um contrato de muita responsabilidade para a agremiação esmeraldina.

Por: Adamar Gomes
Colaboração: José Batista Gomes
Professor e Orientador de Cursos SENAC/MG
Pós Graduação em Contabilidade Fiscal e Tributária – FGV/SP e Gestão Empresarial pela FIJ/RJ
Contador – CRC/MG 44.200-O/5

 

20 ideias sobre “O contrato Nacional-Mamoré

  1. SÓ PARA LEMBRAR.
    ESSA PARCERIA QUE O MAMORÉ ESTÁ FAZENDO OU PENSANDO EM FAZER COM O NACIONAL É UMA COISA DE ALTO RISCO.
    O NACIONAL É NÔMADE. A DIRETORIA COMEÇOU NO IPATINGA, HOUVE UM RACHA E UMA PARTE CORREU PARA A CIDADE VIZINHA E MONTARAM O FABRICIANO, QUE EM 2009 FÊZ O ÚLTIMO JOGO DA SEGUNDINHA COM O MAMORÉ AQUÍ EM PATOS. MAMORÉ CAMPEÃO.
    DEPOIS O FABRICIANO ANDOU MAL DAS PERNAS FOI EXPULSO DE CORONEL FABRICIANO E CORREU PARA NOVA SERRANA, ONDE MONTARAM UMA ESTRUTURA GRANDE COM O DIMAS E O PERRELLA POR TRÁS, ERA NA REALIDADE, O CRUZEIRO.
    AÍ VEIO A DERROCADA POLÍTICA DO PREFEITO DE NOVA SERRANA, PAULO CESAR QUE FOI DERROTADO E ENVERGONHADO PERDEU ESPAÇO NA CIDADE, MESMO DEPOIS DE CONSTRUIR UM BONITO ESTÁDIO.
    O NACIONAL,ORIGINÁRIO DO FABRICIANO, PERDEU A CASA NOVAMENTE. AGORA ACHARAM UNS DIRIGENTES MEIO INFANTIS E TENTAM ESCORAR NA SOMBRA DO MAMORÉ. SE A DIRETORIA NÃO ABRIR O OLHO VAI TOMAR UMA LAMBADA FEIA. AGUARDEM PRÁ VER.
    EDNEY – BAIRRO CAIÇARAS.

  2. O problema não seria nenhum tipo de forma para classificar como: fusão, contrato de parceria, comodato, empréstimo de nome ou cessão de direitos e etc…
    O negócio é a rasteira que o Mamoré vai tomar. Aguardem !!!!!

  3. URT só rindo e esperando pra somar 3 pontos ano q veem em cima dessa “fusaO”

  4. Muito triste e constrangedora esta posição da diretoria do MAMORÈ. Que saudades do tempo de Túlio , João Henrique, Tetê e até mesmo de Pael quando tínhamos um “curralzinho” mas também tínhamos na direção do clube pessoas que realmente se importavam com o E.C.Mamoré e não apenas com interesses próprios e comerciais. Estão negociando a nossa tradição.

  5. Vergonha, palhaçada das diretorias em especial a do Mamoré. O time vem crescendo, ganhando torcida… e o que que eles fazem vendem o time, numa atitude completamente errada. Nesse momento estamos regredindo vendendo o time, o campo, a torcida, vendendo toda a história do clube. Com essa fusão a paixão da torcida não vai ser a mesma, a rivalidade com a urt também não.
    Não importa se vamos estar na primeirona, se o principal e o orgulho por subir pela porta da frente, podemos estar na terceirona mas com orgulho, de estar pelas proprias forças.
    IRONICAMENTE MEUS PARABÉNS A DIRETORIA ESMERALDINA, vocês estão destruindo tudo o que levamos decadas para construir.

  6. vc que posta esses comentarios acima, nada + e’ que pupilo do diretor que vc citou acima.ak meu amigo puxa na historia dos classicos quantos jogos o referido “diretor”venceu,, rsr “nenhum”e outra para de postar abobrinha,precisamos de pessoas que traguem recursos nao o contrario,temos que caminhar nao regredir.. vc sera o primeiro a ir ao estadio em 2014 ver mamore x cruzeiro,torcer contra, + vai, e se liga hoje 80% e’ a favor,para escrever asneira e liga pra independente que e’ quem gosta do clube de verdade,,sapooooooooooooooooo..ate 2017..

  7. Eu era a favor mas pensei bem e hoje sou contra,Mamoré tem totais condições de disputar 1ªDivisão ,Taça Minas etc com suas próprias forças,nós torcedores do Sapão não podemos deixar isso acontecer….

  8. Parece que esta situação do Mamoré está incomodando mesmo são os torcedores da URT!! O Mamoré vai prá primeira divisão,sim!! Sem chances, os que estão contra!!!!!!!!

  9. A mais querida do interior mineiro Urt tem a maior e a mais vibrante torcida organizada ,vamos subir trovao. Azul so depente de nossas proprias forcas.

  10. Pra esclarecer seria o seguinte:
    O Mamoré subiria um degrau (1ªdivisão) depois seria rebaixado a terceira divisão (desse três degraus), igual coelho vai lá da uma rapidinho e volta.
    Mas que palhaça é essa; essa diretoria do Mamoré devia procurar algo melhor pra fazer. Mas veja bem uma ideia dessa só podia sair mesmo da cabeça do Paulo Amâncio.

  11. É um crime o que estão fazendo com o nosso Glorioso E. C. MAMORÉ. Abdicar de jogar o Módulo II do Mineiro, para deixar que o NACIONAL use o nome do MAMORÉ, somente para jogar a 1ª Divisão do Mineiro. É um desrespeito às tradições do clube e aos seus torcedores. Para quem vamos torcer: para o MAMORÉ fictício que usará o CNPJ do NACIONAL, ou para o MAMORÉ verdadeiro, que covardemente, vai abrir mão de jogar o Módulo II do Mineiro, para ter seu nome na 1ª Divisão. Mas cedo ou mais tarde o Nacional vai cair fora e o E. C. MAMORÉ (o verdadeiro) vai ter que recomeçar no zero, na 3ª Divisão. Caso saia essa fusão, infelizmente, vou parar de ir ao Estádio, pois me recuso a torcer por um time fictício que não representa a grandeza do E.C. Mamoré. “O MAIOR PATRIMÔNIO DO CLUBE SÃO OS SEUS TORCEDORES, SEM ELES O E. C. MAMORÉ, NÃO ESTARIA ONDE ESTÁ HOJE. SOU SAPÃO E NÃO UM TIME QUALQUER QUE USE ESSE NOME”.

  12. Transferir responsabilidade é o forte da atual diretoria do Mamoré, perderam 4 pontos em casa contra Uberaba e Democrata, e ficam culpando arbitragem por não terem classificado. Ano passado foi a mesma coisa no quadrangular final, foram goleados pelo Tombense, o goleiro entregou o jogo em Araxá, perderam para o Tombense em casa, em 2011 foram vice lanterna 1ª fase, em 2010 erraram feio no caso Vitinho (não leram o BID). Todo ano é a mesma coisa, até quando vamos ser obrigados a ouvir essas lamentações e choradeiras? E para culminar estão tentando uma NEGOCIATA, para conseguir o acesso, como disse o proprio diretor, ja tentaram isso a 20 anos atraz e não conseguiram, agora “desenterram” esse assunto novamente. O pior de tudo é que tem muita gente da diretoria do Mamoré que é contra esse absurdo, mais não tem coragem de vir a publico e se manifestarem contra isso.

  13. sou contra a esse tipo de negociaçao… e chega desse paulo amancio ficar falando que faz isso e aquilo e nao faz nada… sabemos que estao matando o sapo…eaquece o campeonato que passou, alias mais um, e comecem a arrumar a casa, a filosofia de trabalho esta errada… dois anos ja sem titulo e sem objetivo alcançado… araxa campeao e tomara que nao teremos que aguentar a urt campea… mass procurem deixar de lado esse disse me disse, perdemos dentro do campeonato no decorrer da competiçao ..democrata, uberaba etc dentro de cas. ai foi o nosso erro.. perdemos quando nao podia… para, pensem ou sera que vamos ver outro time conseguir seu objetivo no proximo ano…. e se scontecer essa parceria … ai meus amigos , acabou de vez.. volta sandro gaucho…

  14. É preciso que se esclareça, que antes de pensar que daqui a seis, sete, oito anos, nós poderemos estar na terceira divisão; é importante pensar que a partir do próximo campeonato, O NACIONAL DE NOVA SERRANA estará na primeira”

    Não sei o que passa nos bastidores dessa negociata mas isso vai prejudicar bastante essa rivalidade entre a URT e Mamoré. Esse Nacional nunca vai ser rival da URT, nem sendo homônimo do seu maior rival porque isso não incomoda a torcida da URT. Pelo contrario o Mamoré vai perder respeito tanto na cidade quanto nas torcidas de outras cidades.
    Esses clubes de escritório deveriam ser banidos pelo governo senão vai ficar igual Igreja, vai ter um em cada esquina.

  15. Cansei de brigar. O que tenho agora é que rir dessa palhaçada. Estamos regredindo para a terceirona. E ainda ter que aguentar os azuis só fazendo chacota.

  16. Saudações Esmeraldinas…
    Não sou nenhum pouco a favor desta fusão com o Nacional….
    Por favor senhores conselheiros não aceitem esta proposta…. pois deste jeito vocês vão estar jogando a história do Mamoré pelo ralo.

    Com todo respeito, mas uma das pessoas que eu imaginava ver contra esta fusão é o sr Paulo Amâncio… que bateria no peito e questionaria sobre estes fatos…. defendendo com unhas e dentes toda a história construída até mesmo por ele…

    Se a atual diretoria, se depara com dificuldades ou não quer mais seguir com o Mamoré…. pois o mundo do futebol é muito sujo… e tudo isso vai contra os princípios morais de vocês, pois não tenho dúvidas que vocês são pessoas honestas e de boa índole… Coloquem tudo isso em pauta e passe a bola para frente… Mas por favor… existem milhares de esmeraldinos pedindo para isso não acontecer…

    SE UM DIA O MAMORÉ TIVER NA 10ª DIVISÃO DO MG, PODEM TER CERTEZA… VAI HAVER TORCEDORES HORANDO O MANTO VERDE…
    MANTO VERDE QUE FAZ O CORAÇÃO BATER MAIS FORTE.. QUANDO O TIME ENTRA EM CAMPO…. DE VIRADAS HISTÓRICAS COMO EM 2010 EM ÁRAXA…AMERICA MINEIRO E POR AI VAI….
    AGORA COM ESTA FUSÃO… PODEM TER CERTEZA…. O AMOR NÃO VAI SER MAIS O MESMO…

  17. So podia ser o mamore mesmo time que nao tradicao nenhuma e diretores desesperados tentando a guaguer custo. Colocar este time na primeira divisao so. Assim. Mesmo voces comsequeria, e por outro lado este outro time chamado nacional alias sera gue pode ser chamado de time gue na verdade veio agui para patos para fazer uma canpanha hororosa . Vamos subir trovao azul. Dentro de campo e nao com parcerias e nem pedindo favores a nimguem.

  18. Vergonha pro time do mamore, vai ficar ibernando durante anos enqnto o nacional vai esta jogando com o pseudonimo de mamore fc … eita mamore sempre um passo atras … !! VERGONHOSO !!!

  19. Palhaçada o que estes dois times estão fazendo com as duas respectivas torcidas…Principalmente a diretoria do Mamoré, que não consegui classificar para o quadrangular final e agora fica tentando arrumar uma justificativa para a sua torcida…Acho que a torcida do Mamoré tem que se unir e ser contra esta palhaçada….O mais importante e belo para uma torcida e saber que seu time subiu para a primeira divisão pela porta da frete e não por maracutaia.
    Nos torcedores sempre bobramos a moralidade e transparencia do futebol, então vamos ser honesto conosco mesmo.

Os comentários estão fechados.