Os campeões dos principais estaduais. Em Minas, deu América

américa

Após 15 anos, o América conquistou seu 16º título mineiro, ao empatar no “Mineirão” diante do Atlético em 1×1. Clayton marcou para o Galo aos 13 e Danilo empatou aos 38, ambos no segundo tempo. Na primeira partida, no “Independência”, a vitória foi do América por 2×1.

Depois de chegar em quarto lugar na classificação da primeira fase, o Coelho eliminou o primeiro colocado Cruzeiro e chegou à final contra o Galo, que eliminou a URT, terceira colocada.

Jogo de duas expulsões: Tiago (Atlético) no finalzinho do primeiro tempo e Alisson (América) aos 36 da etapa final.

Treinador Givanildo Oliveira ressaltou o trabalho de todos, diretoria, comissão técnica e jogadores, para a conquista do título. Apesar de uma primeira fase de altos e baixos, o América encarou com responsabilidade as semifinais e finais e derrotou os considerados favoritos de todos os anos, Cruzeiro e Atlético.

Campeões pelo Brasil

Paulista – O Audax de Osasco, do técnico Fernando Diniz, natural de Patos de Minas, foi o grande destaque da competição, eliminando o São Paulo nas quartas-de-final e o Corínthians na semifinal, dentro da Arena corintiana, chegando à decisão com o Santos, que chegou pela oitava vez, seguida. Santos eliminou o Palmeiras na semifinal. Na primeira partida da final, em Osasco, houve empate em 1×1. E no jogo final na Vila Belmiro, vitória do Peixe por 1×0. SANTOS CAMPEÃO.

Carioca – Vasco e Botafogo na decisão, após terem eliminado Fluminense e Flamengo, respectivamente. Os dois jogos finais foram no Maracanã. Vasco venceu a primeira por 1×0 e empatou neste domingo em 1×1. VASCO CAMPEÃO.

Gaúcho – Internacional e Juventude na decisão. Grêmio foi eliminado pelo Juventude na semifinal. Internacional eliminou o São José. No primeiro jogo da final, em Caxias do Sul, o Inter venceu por 1×0 e, neste domingo, no Beira-Rio, nova vitória do colorado por 3×0. INTERNACIONAL CAMPEÃO.

Goiano – Anápolis surpreendeu, eliminando o Atlético Goianiense na semifinal e chegando à decisão diante do Goiás, que eliminou o Vila Nova. Em Anápolis houve empate em 0x0. No Serra Dourada, empate em 1×1, que levou a decisão para a marca do pênalti, com vitória do Goiás por 5×4. GOIÁS CAMPEÃO.

Paranaense – Atle-tiba na decisão. Na Arena da Baixada, Atletico Paranaense venceu por 3×0. E no jogo final no “Couto Pereira”, outra vitória do Furacão: 2×0. ATLÉTICO PARANAENSE CAMPEÃO.

Catarinense – Os times do interior, Chapecoense e Joinville chegaram à decisão. Em Joinville, vitória da Chapecoense por 1×0. Na Arena Condá, em Chapecó, houve empate em 1×1. CHAPECOENSE CAMPEÃ.

Baiano – Ba-Vi na final. Vitória se deu bem na primeira partida: 2×0. Bahia ganhou em casa por 1×0. No saldo de gols, título rubronegro. VITÓRIA CAMPEÃO.

Pernambucano – Santa Cruz e Sport na decisão. Santa Cruz ganhou por 1×0, no “Arrudão”. Na Ilha do Retiro, houve empate em 0x0. SANTA CRUZ CAMPEÃO.

Cearense – Ceará foi eliminado na semifinal. Os finalistas foram Fortaleza e Uniclinic. Fortaleza conseguiu duas vitórias por 4×1 e 1×0. FORTALEZA CAMPEÃO.

Brasiliense – Finalistas Luziânia e Ceilândia. Luziânia conseguiu vencer as duas partidas no “Mané Garrincha”: 2×0 no primeiro jogo e 1×0 no segundo. LUZIÂNIA CAMPEÃO.

Por: www.agesporte.com.br