Palmeiras conquista a Copa do Brasil

O título da Copa do Brasil é do Palmeiras. Campeão invicto. A final no Estádio Couto Pereira, em Curitiba foi nesta quarta-feira, dia 11.

Palmeiras entrou com vantagem pelos 2×0 conquistados no jogo de ida, na Arena Barueri, gols de Valdívia e Thiago Heleno.

Os nomes mais conhecidos do time paulista, Valdívia e Barcos não atuaram. O primeiro por expulsao e o atacante, por estar se recuperando de uma cirurgia para retirada do apêndice.

Palmeiras é bi da Copa do Brasil. Coritiba, pela segunda vez seguida, é vice. No ano passado Coxa caiu diante do Vasco da Gama.

Torcida palmeirense de Patos de Minas comemorou com carreata e foguetório após o jogo em Curitiba.

Os gols foram de Ayrton (Coritiba), de falta, aos 16 minutos e Betinho, de cabeça, aos 20 minutos, para o Palmeiras, após falta cobrada por Marcos Assunção, especialista em cobranças. O gol de empate calou o torcedor do Curitiba, que precisaria marcar três gols para inverter a situação.

Coritiba, do técnico Marcelo Oliveira – Vanderlei; Jonas (Ayrton), Pereira, Demerson e Lucas Mendes; Willian, Sergio Manoel (Lincoln), Roberto (Anderson Aquino), Everton Ribeiro e Rafinha; Everton Costa.

Palmeiras, de Luiz Felipe Scolari – Bruno; Artur, Maurício Ramos, Thiago Heleno (Leandro Amaro) e Juninho; Henrique, Marcos Assunção, João Vitor (Márcio Araújo) e Daniel Carvalho (Luan); Mazinho e Betinho.

Com as carências técnicas nas duas equipes, o que valeu foi a superação do Palmeiras, encarando a decisão com muita garra. Luan, após Felipão ter queimado as três alterações, sentiu uma contusão muscular na coxa direita e, mesmo assim, continuou em campo. Foi o retrato palmeirense. Time que se entregou na disputa. Daí a comemoração efusiva, principalmente do experiente Marcos Assunção e do comandante Felipão.

(AG)