Presidente do CD presta contas

José Armando ResendeO Presidente do Conselho Deliberativo do Mamoré, José Armando Resende presta contas à torcida do Mamoré, sobre os valores empregados para a construção do Estádio Bernardo Rubinger de Queiroz. Resende deverá deixar a presidência do CD para assumir o cargo de Administrador do novo Estádio, o que ficará definido na reunião desta quinta-feira, dia 25.

O Mamoré negociou o antigo Estádio Waldomiro Pereira por R$ 4 milhões e 700 mil reais. Segundo o presidente do Conselho, deste valor foi destinado o montante de R$ 1 milhão 157 mil, 661 reais e 67 centavos para pagamento de todas as dívidas e mais R$ 500 mil reais para aquisição do terreno para a construção do novo Estádio.

O Grupo Bretas empreitou a obra por R$ 3 milhões de reais. Após dois anos de construção, o custo acabou excedendo em R$ 1 milhão 293 mil 77 reais e 10 centavos, valor completado pelo Grupo Bretas, segundo José Armando Resende. Com isto chegamos ao valor total de R$ 4 milhões 293 mil 77 reais e 10 centavos no custo total da obra.

Informa ainda o presidente do Conselho que na conta do Mamoré no dia 18 de dezembro de 2008 estavam depositados R$ 512 mil reais. A diretoria realizou aquisição de cadeiras e mobiliário para o Estádio e os equipamentos necessários para alojamento e cozinha. Na obra de adaptação para construir o alojamento para os jogadores, a diretoria gastou em torno de R$ 12 mil reais. O alojamento estará pronto para receber os atletas a partir de segunda-feira, dia 9, data que marca o início de atividades do Mamoré no futebol, com vistas à disputa do Campeonato da Segunda Divisão.

O Conselho Deliberativo e diretoria estão reunidos nesta quinta, dia 25, para eleição do novo presidente do CD e oficializar Antonio Limírio de Araújo como presidente e preenchimento de vagas nos dois órgãos.

Fonte: www.agesporte.com.br (entrevista com José Armando Resende)

Uma ideia sobre “Presidente do CD presta contas

Os comentários estão fechados.