Raposa mantém vantagem

Atlético e Cruzeiro empataram em 1×1, na primeira partida das semifinais do campeonato mineiro. O jogo decisivo acontece no próximo fim de semana no Mineirão. Carlos aos 39 minutos do primeiro tempo marcou o gol do Galo. O empate cruzeirense foi aos 9 minutos do segundo tempo, através do uruguaio De Arrascaeta.

clássico (Custom)Jogo muito truncado, com poucos lances de área, cartões em excesso e futebol de pouca qualidade.

No primeiro tempo, Leandro Damião esteve perto de seu 10º gol na competição, acertando o poste esquerdo da meta de Víctor. A resposta do Galo veio com Guilherme, dentro da área, mas errando na pontaria, finalizando prá fora.

O gol do Atlético aos 39 minutos, foi um raro bom momento na etapa inicial. Armação de jogada de Guilherme, acertando um lançamento longo para Luan, na direita e este, colocando a bola rasante na pequena área, para a chegada de Carlos para marcar.

O empate do Cruzeiro, aos 9 do segundo tempo, foi uma pintura. Jogada individual do uruguaio De Arrascaeta, driblando a dois adversários, antes de finalizar rasteiro, no canto direito de Victor.

O árbitro Rafael Klaus, da Federação Paulista, teve muito trabalho. Mostrou dez cartões amarelos, cinco para cada lado e o cartão vermelho para Leonardo Silva, por atingir a Leandro Damião, depois de marcação de falta.

Com dez em campo e a saída de Josué, do meio, para a entrada de EdCarlos para recompor a zaga, o Galo perdeu muito de sua força. A dificuldade aumentou ainda mais, após a contusão do atacante Carlos, com uma torção no tornozelo direito, substituído por Cárdenas.

Depois foi a vez do lateral Marcos Rocha, um dos destaques da equipe, deixar o campo com uma lesão no tornozelo direito, entrando Patrick.

O Atlético não pode mais realizar a sua melhor jogada, do lado direito, com Marcos Rocha e Luan, que mostrou novamente muita disposição.

O Cruzeiro tornou-se mais agressivo com a saída do lateral Mena e entrada do estreante Fabrício, que chegou recentemente do Internacional. A entrada do garoto Gabriel Xavier também foi acertada.

A outra substituição foi a entrada do zagueiro Manoel em lugar de Léo, que havia recebido cartão amarelo e, se o árbitro quisesse, poderia ter recebido outro cartão, o que resultaria numa expulsão precoce, ainda no primeiro tempo. Jogador não gostou de ser substituído, mas a leitura do jogo feita pelo técnico Marcelo Oliveira foi coerente.

Decisão

O Cruzeiro fica a um empate da decisão contra Caldense e Tombense, que voltam a jogar no fim de semana em Poços de Caldas (0x0 em Tombos,no sábado).

No ano passado, também em vantagem, mas para a decisão do título, o time Azul jogava por dois empates e ergueu a taça com um duplo 0x0.

Libertadores

Os dois times viajam na noite deste domingo para compromissos pela Libertadores da América. O Cruzeiro vai até Buenos Aires para enfrentar o Huracan, na terça-feira. E o Atlético, terá um vôo de maior duração até o México, para a partida de quarta-feira, diante do Atlas.

Na segunda-feira, a Federação Mineira de Futebol vai confirmar a data do segundo jogo entre eles pelas semifinais.

Por: www.agesporte.com.br