Sapo improvisa e perde em Três Corações

Mamoré derrotado em Três Corações (Foto: Toninho Cury)

Mamoré enfrentou problemas na sua estreia na Taça Minas Gerais, que se tornaram maiores pela derrota de 3×1 para o Tricordiano no Estádio Elias Arbex, em Três Corações. Alguns jogadores não tiveram os seus registros feitos em tempo hábil na FMF e CBF e com isto a equipe teve que ser improvisada, fato que gerou uma série de críticas, inclusive do treinador Marcelo Serrano.

Diretoria se reúne para analisar os acontecimentos e deverá se pronunciar nas próximas horas, para uma satisfação principalmente aos seus torcedores que esperavam ver o time em campo de uma outra forma.

Thiago Lima (nº 7) abriu o marcador para o Tricordiano aos 4 minutos do primeiro tempo. O empate do Sapo foi aos 15 do segundo tempo, através de Gilmar (nº 9). Thiago Lima, novamente aos 20 e Ceará (nº 2) aos 44, deram a vitória ao time de Três Corações.

Antonio Márcio Teixeira foi o árbitro, auxiliado por Flamarión Sócrates da Silva e Celso Luiz a Silva. Foram 1.048 pagantes no Estádio Elias Arbex.

Em Uberlândia

No outro jogo programado para este domingo, Uberlândia e Villa Nova empataram no Parque do Sabiá por 2×2. Carlão e Afonso fizeram para o time do Triângulo, Rômulo e Marinho marcaram para o Leão do Bonfim. Público de 1.232 pagantes.

A primeira rodada ainda terá uma partida na quarta-feira, dia 25, no Uberabão, entre Uberaba e Funorte, com apito de Émerson de Almeida Ferreira, auxiliado por Marconi Helbert Vieira e Janette Mara Arcanjo.

Uberaba na quarta

Uberaba atuou neste domingo pela Série D do Campeonato Brasileiro e arrancou empate fora de casa diante do América Carioca em 1×1. Com isto o time Colorado assumiu a liderança do grupo 7, com 13 pontos e tirando o Mequinha da competição. Uberaba vai para a próxima fase.

Por: Adamar Gomes

7 ideias sobre “Sapo improvisa e perde em Três Corações

  1. Toma jeito, futebol de Patos de Minas! Por uma irresponsabilidade de alguém dentro do Mamoré, os jogadores não foram inscritos a tempo e mandaram o treinador embora porque, segundo um diretor, em entrevista na televisão, o público não tem que ficar sabendo dos problemas internos. Verdadeiro absurdo!

  2. Gente!
    Coloquem-se no lugar desse treinador vendo tanta desorganização e ter que dar resultado. Ouvi a declaração dele ontem na Clubeam. Ele falou alguma mentira, que podemos dizer que não aconteceu?
    Tá na hora de arrumar a casa senão… sabem, o que vem pela frente,né?
    Humildade e caldo de galinha não faz mal a ninguém!

  3. Falta de organização da Diretoria! aonde se viu nao inscrever o time todo para uma partida ou um campeonato? Que tecnico consegue trabalhar deste jeito? O |desabafo do Tecnico foi mais que justo. Isto mostra que ele nao esta para brincadeira e se preocupa com o futuro da Equipe que ele comanda! Espero que a Diretoria dê uma boa explicação e não repita esta falta de respeito com os Torcedore, Comissão tecnica e jogadores!!!!

  4. Assisti o jogo. Mamoré não jogou mal comportou-se como um time estruturado sem jogadas desleais. O que não teve é substitutos para os que machucavam e tinham que ficar em campo mancando.

  5. É interessante justificar a derrota de um time que não ganhou da Patrocinense, desmerecendo a vitória impecável do Tricordiano. Um time treinando há 1 mês deixa para a última hora a inscrição de jogadores. E digo que foi muita sorte, pois o placar deveria ser elástico, além do frango que o goleiro do Tricordiano tomou, na única chance que o Mamoré teve nessa rifada de bola do atacante de vcs…

Os comentários estão fechados.