Torcedores da Raposa e do Galo dizem o que esperar dos seus times no Brasileiro

O Brasileirão 2012 começa no próximo final de semana. Atlético e Cruzeiro estreiam no domingo. Galo joga às 16h em Campinas diante da Ponte Preta. Raposa enfrenta o Atlético Goianiense no “Parque do Sabiá”, em Uberlândia, às 18h30.

O repórter Toninho Cury (Rádio Clube de Patos) foi às ruas para ouvir atleticanos e cruzeirenses que, no geral, não estão acreditando nas suas equipes na disputa do Nacional.

Adalto de Melo Borges – cruzeirense:

– O time tem que melhorar bastante. Falta lateral, falta meio-campo, o time tá fraco. Do jeito que está deve ficar em 13º, 14º… Quem sabe com o novo treinador (Celso Roth) a coisa possa melhorar pelos lados do Cruzeiro. Mas, do jeito que está, não dá prá acreditar muito.

José Ronaldo Ribeiro – atleticano:

– Conquistamos o 41º título mineiro e estamos tranquilos em busca do Brasileiro. Time está bom. Ainda mais se for contratado esse goleiro da Argentina, que estão falando aí. Com certeza, vai montar um bom time para o campeonato brasileiro. Estamos confiantes.

José Soares Filho (Zezé do Cartório) – cruzeirense:

– Pelas últimas atuações, o Cruzeiro está uma lástima. Não tenho boa expectativa. Acho que o Roth é um retranqueiro de carteirinha, joga muito atrás. Elenco é fraco, sem motivação, grupo parece desunido. Isso pode mudar com a troca de treinador, que costuma ter o grupo na mão. Acho que o time precisa de laterais, para os dois lados, a zaga deixa a desejar. No ataque já tentaram de tudo. Wellington Paulista é goleador de campeonato mineiro. Queira Deus que o Cruzeiro não seja rebaixado. Prá mim fica em 12º, 13º. Não tô confiando muito não.

Pedro José da Silva (Pedrão do Restaurante) – atleticano:

– Tem que modificar muito esse time. Tá muito fraco. Precisa de umas quatro contratações prá começar a melhorar. Acho o Cuca muito devagar. Estou desenimado com esse time. Salvam uns três jogadores, só. Time não briga pelas primeiras posições. É do meio prá baixo. Galo tá fraco.

Se depender da opinião desses torcedores, a coisa tá feia para a dupla mineira no Brasileirão.

Cruzeiro e Atlético precisam melhorar muito.

Cruzeiro pode renovar suas forças com a mudança de treinador. Celso Roth não é o melhor de todos. Também não é o pior. Fez boas campanhas dirigindo o Atlético.

O Atlético conquistou o título mineiro invicto. Diretoria fala em reforços. Time carece de um goleiro com mais experiência, dois laterais, um atacante e, pelo menos, um meia de armação.

Adamar Gomes – www.agesporte.com.br
Fotos e reportagens: Toninho Cury