URT absolvida no Tribunal

IMG-20150303-WA0066 (Small)Tribunal de Justiça Desportiva julgou na noite dessa terça (3), o processo relativo às ocorrências do jogo URT x Villa Nova, disputado no último dia 22 de fevereiro, no Estádio Zama Maciel.

Houve tumultos envolvendo torcedores e policiamento e o árbitro Ronei Cândido colocou em seu relatório, ter sido ameaçado em sua integridade física. Fato gerador de toda a confusão foi uma possível injúria racial do árbitro para com o atleta celeste, Júnior Paraíba.

Diretoria da URT levou até o julgamento, na FMF, os jogadores Júnior Paraíba e os testemunhas Formigoni, Marzagão, Edu Pina e Marcus Vinícius, além de alguns diretores, membros da imprensa e representante da torcida.

A defesa foi feita por Dr. Lucas Otoni, advogado que defende o Atlético Mineiro e que tem feito as defesas pela URT no Tribunal de Justiça Desportiva. Mais uma vez, se deu bem, conseguindo absolvição para o Clube e uma advertência para o atleta Júnior Paraíba.

Jogo com estreia de treinador

No próximo sábado (7), às 16h, a URT joga em Tombos diante do Tombense, às 16h, com estreia do novo treinador, Eugênio Souza, que veio com os representantes do Clube de Belo-Horizonte e foi apresentado no Estádio Zama Maciel.

Meia Dinelson, que chegou recentemente, apresenta uma contusão e está em tratamento no Departamento Médico.

Por: www.agesporte.com.br