URT anuncia volta das Escolinhas

O Presidente Sérgio Vita, da URT, com mandato até 31 de agosto deste ano, anunciou o início das atividades da escolinha com treinamentos no Estádio Zama Maciel, a partir da segunda quinzena de julho.

“É primordial a categoria de base e temos que realizar este trabalho”, falou o presidente da URT, apostando no surgimento de atletas que, futuramente poderão atuar na Veterana ou até serem negociados.

Quanto às finanças do clube, o presidente defendeu a criação de um quadro de sócios, com pagamento mensal, viabilizando as categorias de base e funcionamento normal do clube.

“Só com a renda de aluguel não conseguimos saldar nossos compromissos e vamos precisar dos torcedores”.

A diretoria trabalha para colocar as contas em dia e obter as certidões negativas necessárias para dar condição ao clube de reivindicar verbas públicas.

“Já há um parcelamento com o INSS. Quanto a FGTS falta pouco para regularizarmos. O IPTU já prescreveu e esperamos que a Prefeitura possa decretar a anistia”, acrescentou o Presidente.

Ele falou ainda sobre a dívida com credores, “que está por volta de 65 mil reais, sem contar o compromisso com alguns colaboradores, que não é muito complicado de se resolver”.

Sérgio Vita, sem citar nome de culpado ou culpados, contou sobre o e-mail que recebeu da CBF, via FMF. “A URT deixou de faturar 35 mil dólares da negociação do jogador Sandro, que foi cedido pelo Paraná a um clube da Turquia, embolsando 700 mil dólares. A URT como clube formador teria direito a 5% do valor da transação, mas não entrou com a documentação dentro do prazo legal”, disse o Presidente.

Por: Adamar Gomes