URT empata com a Lusa e se classifica para a segunda fase da série D

 

O empate de zero a zero no “Zama Maciel” diante da Portuguesa Carioca foi o suficiente para a classificação da URT para a segunda fase da série D, do Campeonato Brasiileiro, neste domingo (25). Todos os jogos da última rodada da primeira fase foram disputados às 18h, inclusive Audax e Itumbiara, que se enfrentaram pelo mesmo grupo (12), em Osasco (SP), terminando em 2×2.

Com o resultado, a Portuguesa chegou a 14 pontos, em primeiro lugar, seguida pela URT com 10 (ambas as equipes classificadas), Itumbiara com 8 e Audax, na última posição com um ponto, eliminados.

Dos 68 times que iniciaram a competição, 32 seguem adiante e a URT, pelo emparceiramento da segunda fase, vai enfrentar o União de Rondonópolis, com a primeira partida no final de semana no “Mangueirão” e o jogo de volta, em Rondonópolis, no Mato Grosso.

Caso avance para a terceira fase, a URT enfrentaria o vencedor do confronto entre Portuguesa Carioca e Aparecidense (GO).

A partida disputada no Avenida Brasil, neste domingo, foi de poucos lances de área. O goleiro Juninho passou todo o tempo sem praticar sequer uma defesa importante. O melhor momento foi aos 39 minutos do primeiro tempo, numa cobrança de falta, com barreira, de Fábio Alves, que o goleiro Arthur espalmou para escanteio.

URT: Juninho, Rafael Ferro, Diego Borges, Victor Salinas e Fábio Alves; Leandro, Jean (que fez sua estreia) e Rafael Oller (Ian Augusto); Douglas Skilo, Marques (Marcos Vinícius) e Thiago Brito (Diogo Medeiros). Treinador: Rodrigo Santana.

A.A.Portuguesa: Arthur, Muniz, Marcão, Murilo (Rodrigo) e Diego Maia; Resende, Paulo Henrique (Adriano), Wescley (Romarinho) e Maicon Assis; Thiago Amaral e Maranhão. Treinador: Edson Sousa.

O volante Ramos da URT não jogou, pela suspensão do cartão amarelo.

Árbitro: Paulo Sérgio Santos Moreira (Federação Maranhense). Os demais participantes do quadro de arbitragem foram da Federação Miineira de Futebol: os assistentes Ricardo Junio de Souza e Marconi Helbert Vieira e o quarto árbitro, Jerferson Antonio da Costa.

AGesporte – Fotos: Toninho Cury