URT joga como mandante no “Mineirão”, na primeira partida contra o Galo

A FMF confirmou os jogos das semifinais do Campeonato Mineiro, com URT e Atlético se enfrentando no próximo domingo (17), às 11h no “Mineirão”, com mando de campo do Trovão Azul.

Assim, a Celeste fará seus dois jogos contra o Atlético, em Belo-Horizonte. A segunda partida será no outro final de semana no Estádio “Independência”, com o mando de campo do Galo que tem a vantagem em caso de empate em pontos e gols na fase, por ter feito a melhor campanha. Atlético terminou em primeiro e a URT, em quarto, como no ano passado.

A outra semifinal também é a mesma do ano passado, com o Cruzeiro entrando em vantagem contra o América e jogando a primeira no “Independência”, no domingo, às 16h.

A URT não poderia atuar no Estádio “Zama Maciel”, que não possui a capacidade mínima exigida pelo regulamento, de10 mil torcedores.

A opção seria o Estádio Bernardo Rubinger, do Mamoré, aliás, como aconteceu no ano passado. No entanto, houve problemas de laudos de vistoria que estavam vencidos, mas que poderiam ser renovados e problemas também com o gramado, segundo nota oficial.

O laudo e análise do gramado, realizado nesta segunda (10), atesta que “o gramado está danificado e irregular, com várias depressões, doenças e plantas invasoras.”
Segundo o documento “não sendo aconselhável num prazo mínimo de 30 dias, após a intervenção“.

Este laudo e análise do gramado, enviado à Federação Mineira de Futebol, foi elaborado pela empresa Green Gramados Esportivos, com sede em Belo-Horizonte.

Com a impossibilidade da partida em Patos de Minas, a URT vai ter que jogar as duas fora de casa, ruím para o time, para o torcedor e para todos que acompanham a Celeste.

Lembrando que, no ano passado, jogando no “Bernardo Rubinger”, a URT empatou com o Atlético e foi para o “Independência”, precisando de um gol de vantagem para se classificar para a final.

Estádio Bernardo Rubinger –

O Atlético acabou passando pela URT e caiu diante do América, que ficou com o título, após eliminar os dois grandes da capital.

AGesporte