Zé Borges deixa o Mamoré

Zé Borges - supervisor Zé Borges deixa o cargo de supervisor do Mamoré. O Presidente Antonio Limírio de Araújo afirmou há pouco que não há desavença alguma e o motivo alegado pelo supervisor seria por problemas de saúde.

Outra informação do presidente do Mamoré é que o cargo passa a ser ocupado por Tomás, que trabalhou com Sandro Lemes, em empresa de marketing.

A saída de Zé Borges acontece um dia após a apresentação oficial à imprensa e aos torcedores da Comissão Técnica e dos primeiros jogadores contratados para a disputa do Campeonato Mineiro da Segunda Divisão. A notícia pega de surpresa a todos, pois Zé Borges, ao lado de Walério Melo, vinha trabalhando desde o início do ano na observação de atletas para a formação da equipe.

Mais de cinco meses

José Borges de Souza ficou mais de cinco meses no cargo de supervisor do Mamoré. Ele aceitou o convite da diretoria no dia 20 de janeiro e a partir daquele momento passou a acompanhar jogos, principalmente do Módulo II, ao lado do diretor Walério Melo, para selecionar os jogadores.

Zé Borges afirmou que o pedido de demissão partiu dele. “A diretoria fez tudo para que  eu continuasse”, afirmou Borges. “Quando assumo um cargo, assumo na sua totalidade e não estava satisfeito comigo mesmo, por não estar conseguindo isto”, disse o ex-supervisor, que fez questão de agradecer a todos os diretores e colaboradores do Mamoré.

Fonte: www.agesporte.com.br

3 ideias sobre “Zé Borges deixa o Mamoré

  1. A receita vai td embora pois os caras so levam e os daqui gastam aqui mesmo, sera que estes cars nao vem isto nao fora forasteiro aqui tem gente boa demais melhor que muitros que estao ai se achando vamos patos tem time completo para encarar estes outros clubes no entanto nenhum jogador de patos acorda mamoreou enao o prejuizo vem e grande

  2. E isto mesmo geovane os tecnicos em que querem mandar no futebol do interior ai nao rola pois so quer trazer gente de fora e escuta ai vai ter mais problemas pode apostar o clube nao manda nada quem manda sao os treinadores empresarios que colocam quem eles querem te apoio começou mal e muito mal mesmo cade os jogadores de Patos

  3. Desastre total a saida de Ze Borges. Trata-se de um profundo conecedor de futebol, principalmente o mineiro, alem de uma pessoa etica. Totalmente equivocada a Diretoria do Mamore nesse inicio de trabalho. Quais sao os poders dados ao Sr, Roberto Gaucho que, eh apenas um iniciante na carreira, serah que teremos um outro Palhinha em Patos? E esse Sr, Sandro Lemos, quem eh? Sabe o que de futebol? Espero que aDiretoria que foi tao competente na conducao do estadio o seja tbem no futebol. Estamos soh no comeco e, diga-se de passagem comecando muitissimo mal… Mudancas devem acontecer ainda no inicio. Zezito estah desempregado…

Os comentários estão fechados.