Zezito com dúvidas na escalação da URT para domingo

URT realiza domingo no “Ronaldo Junqueira” sua 14ª apresentação no Módulo II do Campeonato Mineiro. Seu adversário é o Poços de Caldas, que no último domingo foi o vencedor no “Zama Maciel” por 2×1.

Na primeira fase, as duas equipes se enfrentaram no Grupo A, com derrota da URT em Poços (2×1) e vitória do Trovão Azul, em casa (3×0).

O atacante Ígo Júlio, com o terceiro cartão amarelo está fora. Treinador Zezito tem Hiroshi, Adriano e Fuzil para as duas posições do ataque.

O lateral direito Filhão foi testado no meio no treinamento desta quarta e Marcinho atuou também na lateral esquerda e no meio-campo.

A partida em Poços é importantíssima para a Veterana, pois está em jogo a sua classificação. Depois ficam faltando duas partidas, em casa contra o Guarani e no “Juca Pedro” contra o Formiga.

O goleiro Dida fica à disposição de Zezito, caso o treinador opte pela sua titularidade em lugar de Cláudio, que vem atuando.

O meia Torrinha continua vetado, por contusão.

Prod.: Adamar Gomes
Foto: Toninho Cury

3 ideias sobre “Zezito com dúvidas na escalação da URT para domingo

  1. CADEH O DITINHO, VOCES DA URTE QUE NÃO SÃO HUMILDES DISSERAM ANTES QUE O DITINHO IA FECHAR A TAMPA DO CAIXAO LAH EM MONTES CLAROS. NÃO FOIS DESTA VEZ. ……………………………………………………………..

  2. É O JOGO DA POSSIVEL VISTA A CLASSIFICAÇÃO..TEM QUE VENCER..ESTE E DEPOIS, OS OUTROS TBÉM.FASE DURISSIMA ESTA..TUDO PODE EMBOLAR.
    BOA SORTE.

  3. Espero que os poucos jogadores que vêm demonstrando comprometimento com a URT contagiem o restante do grupo. Um desses é o grande lateral Filhão, que por sinal merece coisa melhor e está desperdiçado aqui em Patos de Minas, pelo que jogou no passado e pelo que vem apresentando.

    Agora uma coisa que tem me irritado profundamente é a calma do Zezito, por acaso agora é hora de ter calma? “Calma que vai melhorar”, estou ouvindo isso desde o clássico com o nosso rival. É hora de chegar metendo o pé na porta e colocar dedo na cara de jogador, perguntar se eles são homens ou não, e por ai vai. Tem jogador que nem testado foi, de que adianta conversinha se não ocorrem mudanças?

    Outra coisa que queria desabafar também, temos que deixar de lado esse falso moralismo que aflige o futebol patense. O Ditinho não serviu para nós nos últimos dois anos porque é “complicado” fora de campo. Agora pergunto, melhor termos jogadores bonzinhos que não dão resultado ou um que é “complicado”, mas conhecido e já provou ao longo de 10 anos que “resolve a parada”?

    É para administrar situações como essas que existem um Presidente, um Diretor de futebol, um Supervisor e um Técnico, ou estou enganado?

    Ano que vem Ditinho e Filhão devem ser os primeiros da lista.

Os comentários estão fechados.