Advogado da URT fala sobre a denúncia do Minas

DSC_3059A denúncia do Minas Boca quanto ao suposto caso de suborno do jogo entre aquela equipe e a URT, pelo Campeonato Mineiro, continua rendendo assunto. O Presidente do TJD mineiro, Manoel de Souza Barros Neto, acatou o pedido de abertura de inquérito solicitada pelo Procurador-Geral do Tribunal, Antonio Augusto Mesquita Fonte Boa. A partir de agora, a Procuradoria vai averiguar se a gravação apresentada pelo Clube de Sete Lagoas é compatível com a voz do possível aliciador.

Dirigentes do próprio Minas Boca esclareceram na denúncia à Procuradoria que o envolvido era, na verdade, Walter Lima, que passou pelo comando técnico da Patrocinense, sendo treinador do zagueiro Reginaldo, envolvido no caso.

O que já foi publicado

O advogado da URT, Lucas Ottoni, em entrevista a Rádio Clube, afirmou que a URT ainda não foi notificada e quando isso acontecer, ele estará no Tribunal para apresentar a sua defesa.

Uma vez feita a denúncia ao TJD, a URT estaria enquadrada no artigo 242 do CBJD, que prevê pena pecuniária que varia de R$ 100 a R$ 100 mil e, até, eliminação do campeonato.

Advogado celeste disse também para que o torcedor da Celeste pode ficar tranqüilo, porque a equipe estará participando normalmente no campeonato mineiro do módulo I do ano que vem.

Por: www.agesporte.com.br

 

2 ideias sobre “Advogado da URT fala sobre a denúncia do Minas

  1. A voz da gravação não é a do Valtinho da URT. Agora é bom a diretoria ficar atenta e não confiar que isso tudo não dará em nada. Basta lembrar do caso do Mamoré alguns anos atrás. ..

  2. Infelizmente existe muito caroço debaixo deste angu!! Sei não, mais tô achando que isso ainda vai dar muito problema para a URT.

Os comentários estão fechados.