Conselho técnico do Módulo I marcado pela FMF

_DSC0161 (Small)Federação Mineira de Futebol convoca os clubes do Módulo I para o Conselho Técnico da competição, a ser realizado na quinta-feira, dia 7 de novembro, às 14h30, na sede da entidade, na Av. Barbacena, 473, bairro Barro Preto, em Belo-Horizonte. Na oportunidade, os doze clubes da primeirona vão decidir sobre regulamento, taxas e início da competição 2014.

URT de Patos de Minas e Minas de Sete Lagoas, campeão e vice do módulo II 2013 são as novidades no campeonato.

Ocuparão as vagas de Araxá e América de Teófilo Otoni, que foram rebaixados.

Confira a lista dos doze participantes do Módulo I:

América Futebol Clube Belo Horizonte
Associação Atlética Caldense Poços de Caldas
Boa Esporte Clube Varginha
Clube Atlético Mineiro Belo Horizonte
Cruzeiro Esporte Clube Belo Horizonte
Guarani Esporte Clube Divinópolis
Nacional Esporte Clube Ltda Nova Serrana
Minas Futebol Brasil Ltda Sete Lagoas
Tombense Futebol Clube Tombos
Tupi Foot Ball Club Juiz de Fora
Uniao Recreativa dos Trabalhadores Patos de Minas
Villa Nova Atlético Clube Nova Lima

Por: www.agesporte.com.br
Foto: Toninho Cury (URT comemorando título do Mod. II)

3 ideias sobre “Conselho técnico do Módulo I marcado pela FMF

  1. Times de empresarios atualmente, podem ser considerados um mal necessario ao pobre futebol do interior de Minas Gerais, acho que o Mamoré perdeu uma grande chance de se tornar um, quando não fez a parceria com o Nacional (sei lá de onde). E so ver o exemplo do Boa Esporte, que se não tivesse aceito a parceira , com certeza estaria na mesma situação de nossos times, que “nascem” em janeiro, e “morrem” em maio. E a Federação tem mais é que ajudar os times que ficam em atividade o ano todo, são eles que dão alguma visibilidade ao futebol do interior. Se URT e Mamoré não fizerem alguma parceria com grandes empresarios ligados ao futebol, vão sempre ficar na gangorra entre primeira e segunda divisão, ou ficar amassando barro so na segundona.

  2. CONCORDO COM VC, AFRÂNIO! ESSE NEGÓCIO DE FICAR FORMANDO TIME POR 03 MESES E DEPOIS FECHAR É COISA DE TIME DE PELADA, POIS NEM OS TIMES AMADORES FICAM FORMADOS SOMENTE POR ESSE PERÍODO.
    ACREDITO QUE ESTAMOS EM UM DIVISOR DE ÁGUAS, ONDE OS GRANDES E AQUELES QUE ALMEJAM SER GRANDES PERMANECERÃO, E OS PEQUENOS PERECERÃO, FECHARÃO AS PORTAS!
    OU OS TIMES DO INTERIOR SE INTERESSAM DE VEZ PELO FUTEBOL PROFISSIONAL, COM OBJETIVOS E PLANEJAMENTO, ATUANDO O ANO TODO EM ALGUMA DIVISÃO DO BRASILEIRO, OU ENTÃO VÃO DISPUTAR OS TORNEIOS REGIONAIS… SE CONSEGUIREM!
    PENSEM NISSO, DIRETORES DA URT: VER UM TIME COMO O AMÉRICA/MG COM 684 SÓCIOS TORCEDORES , OU O SÃO CAETANO, QUE NEM TORCIDA TEM, DISPUTAR A SÉRIE B, E VER A URT, COM CERCA DE 2000 SÓCIOS, SER SEMI PROFISSIONAL, É DURO!!!

  3. Em Minas estão acabando os times das cidades como Uberaba (caiu pra terceira divisão) Uberlândia, e como são URT e Mamoré, aqui em Patos. Esse ano próximo 2014, teremos 1/3 terço dos times da 1º divisão de empresários, que são times ciganos, casos do BOA ESPORTE, NACIONAL (sei lá de onde) MINAS de Sete Lagoas e o TOMBENSE de Tombos. Então fica no ar uma pergunta será que isso é bom ou ruim para o futebol?
    Uma coisa é certa no cenário nacional o futebol mineiro tem evoluído, com Tupi na terceira, Boa na segunda, America também deve continuar na segunda e o BETIM também na terceira divisão brasileira. Isso é muito bom para o futebol mineiro.
    É hora de URT e Mamoré, pensar também em se tornar conhecidas no cenário brasileiro e deixar essa mesmice de só disputar o campeonato mineiro. Pra ser grande tem que pensar grande, e projetar grande, senão, serão pequenos o resto da vida.

Os comentários estão fechados.