Federação oficializa interdição de Estádios

Estádio José Maria Melo, em Montes Claros

O Departamento de Futebol da FMF torna oficial a interdição de Estádios, de conformidade com a decisão lavrada no Termo de Audiência do Ministério Público de Minas Gerais, do último dia 20.

Assim, desde esta terça-feira, dia 21 de setembro, estão interditados os seguintes Estádios: Antonio Guimarães de Almeida (Tombos), Bernardo Rubinger de Queiroz e Zama Maciel (de Mamoré e URT), Ronaldo Junqueira (Poços de Caldas), João Havelange (Uberlândia), José Flávio de Carvalho (Itaúna), José Maria Melo (Montes Claros), Juca Pedro (Formiga), Waldemar Teixeira de Faria (Divinópolis).

De acordo com a Nota Oficial “ficam proibidas realização de quaisquer partidas entre associações praticantes de futebol profissional, nos referidos Estádios até sanarem as irregularidades apresentadas nos Laudos de Vistorias e, de notório conhecimento das associações disputantes de Campeonatos e Torneios nos aludidos campos.”

Segundo ainda a Nota: “Ficam notificados  e comunicados os clubes abaixo relacionados para no prazo prescricional e improrrogável até às 16:00 (dezesseis)  horas do dia 22 de setembro de 2010, para protocolarem  ofício indicando  o campo em que efetuarão seus jogos, sob pena de denúncia ao Egrégio Tribunal de Justiça de Minas Gerais.”

Os clubes relacionados são: “Sul Minas de Pouso Alegre, Guarani de Pouso Alegre, Uberlândia, Coimbra de Belo-Horizonte, Arsenal de Formiga, Funorte de Montes Claros e Mamoré.” O prazo até às 16 horas de hoje, como se vê, é para os clubes em atividades.

Para que o jogo de sábado entre Funorte e Mamoré, pela Taça Minas Gerais, se realize, o Funorte terá que indicar até às 16 horas de hoje um outro local, pela situação irregular do seu Estádio José Maria Melo. O prazo também é válido para o Mamoré.

Por: Adamar Gomes