Galo joga mal e perde no Maraca

Flamengo x AtléticoCom duas derrotas consecutivas, 1×0 para o Goiás em casa e 3×1 para o Flamengo no Maracanã, o Atlético não é mais o líder do Campeonato Brasileiro, perdendo a posição para o Palmeiras que foi a 31 pontos contra 28 do Galo.

O time atleticano foi uma decepção ontem no Rio de Janeiro e fez pouco ou quase nada diante do rubro-negro, dirigido pelo interino Andrade, apoiado pela torcida para continuar no cargo.

No primeiro minuto de jogo o Flamengo já mostrava o seu poder de fogo com uma chance desperdiçada por Léo Moura. Porém, no primeiro ataque, o Atlético conseguiu 1×0 com Éder Luís, numa roubada de bola de Serginho, aos 2 minutos. E foi só.

Daí pra frente o poderio foi do rubro-negro, que conseguiu a virada no placar com Léo Moura aos 36 e Kléberson aos 38.

O galo esboçou reação no início do segundo tempo, quando Márcio Araújo foi trabalhar no meio-campo, mas logo se contundiu, com uma fisgada na coxa direita. Celso Roth colocou mais um atacante em campo, Pedro Paulo que, em nada acrescentou ao time, que continuou jogando mal, numa das piores apresentações na competição.

O Flamengo marcou o terceiro aos 14 com Everton e passou a administrar a vantagem, diminuindo o seu ritmo de jogo. O Galo passou a criar algumas situações, sem sucesso, com Éder Luís apenas fazendo número em campo, contundido e com três alterações feitas pelo técnico Roth.

O árbitro gaúcho Leonardo Gaciba deixou de marcar um pênalti cometido em cima de Diego Tardelli e a partida terminou em 3×1, fazendo justiça ao futebol apresentado pelo time carioca, que também não foi lá estas coisas.

Palmeiras é o líder com 31 pontos contra 28 do Atlético. Internacional (27), Goiás (26), Vitória (24) e Corinthians (24) vêm a seguir. O Vitória levou de 4×0 do Avaí em Florianópolis. São Paulo bateu o Grêmio e foi para a 11ª posição com 28. Cruzeiro é o 14º com 17.

A 16ª rodada mostra os mineiros jogando no domingo às 18:30. Atlético recebe o Coritiba no Mineirão e o Cruzeiro joga no Olímpico, em Porto Alegre,diante do Grêmio.

Fonte: www.agesporte.com.br