Grande Brandãozinho!!!

Brandãozinho

A campanha de sucesso do Mamoré na sua volta heróica se deve a um conjunto de fatores, a começar pela formação do elenco, escolhido a dedo pelas observações feitas por Zé Borges e Walério Melo e pela situação financeira em que o clube se encontrava. Houve muito trabalho dos diretores, dos sócios contribuintes, conselheiros, torcedores, jogadores e dos treinadores que comandaram este trabalho.

João Batista Corrêa – Brandãozinho – começou o seu trabalho a partir da sexta rodada. Depois das observações no jogo do dia 5 de setembro em Araguari, no primeiro empate da equipe (0x0) com o Fluminense, Brandão assumiu efetivamente na vitória do dia 12 de setembro, no Estádio Bernardo Rubinger de Queiroz,  diante do Pirapora por 3×0.

São 12 jogos, no total, comandados pelo treinador, a metade dos confrontos disputados em Patos de Minas: 5 vitórias e 1 empate, 16 gols marcados e apenas 2 sofridos. Nas partidas fora de casa, na era Brandãozinho, o Verde conquistou 4 vitórias e 2 empates, 11 gols marcados e 3 sofridos. No geral: 9 vitórias e 3 empates, 27 gols assinalados e apenas 5 sofridos.

Com certeza, o técnico Brandãozinho encerra a temporada com a consciência do dever cumprido. Deu exemplo mais uma vez de seriedade, organização e sabedoria para o grupo até nos momentos de turbulência.

Último Jogo

No último jogo da temporada do Verde, o adversário é o Fabriciano neste sábado, 16 horas no Estádio Bernardo Rubinger de Queiroz. Após o jogo haverá comemoração pelas conquistas da vaga no Módulo II, do título de campeão e, quem sabe, da invencibilidade.

Por: Adamar Gomes