Luís Fabiano é o nome do jogo na vitória do Brasil

Luís Fernando termina jejúm e faz dois na vitória do Brasil de 3x1 sobre Costa do MarfimLuís Fabiano desencanta e volta a marcar após seis partidas. Dois gols dele, sendo um com a ajuda do braço, na vitória de 3×1 no Estádio Soccer City, em Joanesburgo, diante da Costa do Marfim.

Jogo começa equilibrado até o gol de Luís Fabiano aos 24 minutos, numa boa trama do ataque brasileiro. Este gol abate a seleção africana, que cai muito de rendimento.

Na etapa final, com a ajuda do braço, Luís Fabiano faz um golaço aos 6 minutos, provocando uma ira impressionante dos jogadores da Costa do Marfim, que passam a utilizare o vigor físico, dando início a pancadaria.

Elano faz o terceiro gol aos 16 minutos e pouco tempo após é atingido de forma brutal por um adversário, que conta a complacência da arbitragem. Elano deixa o campo com a pancada forte na canela e é substituído por Daniel Alves. A seguir é o lateral Michel Bastos que é atingido e nada de cartão vermelho.

Drogba, alheio a tudo isto, e mesmo jogando com uma proteção no braço fraturado, marca para Costa do Marfim, escorando de cabeça um cruzamento da direita, aos 33 minutos.

A partida continua violenta e Kaká acaba expulso, após receber o segundo cartão amarelo, por um “chega-prá-la” num adversário. A Seleção Brasileira garante a passagem para a próxima fase, mesmo restando o compromisso de sexta-feira diante de Portugal.

Brasil: Júlio César, Máicon, Lúcio, Juan e Michel Bastos; Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano (Daniel Alves) e Kaká; Robinho (Ramires, que entra no finalzinho) e Luís Fabiano. Treinador: Dunga.

Árbitro: Stéphane Lannoy (França), que não deve apitar mais nesta Copa do Mundo, a não ser que tenha um padrinho muito forte.

Público: 84.455 torcedores.

Os resultados do dia

Grupo F, em Bloenfontein, vitória do Paraguai sobre a Eslováquia por 2×0, gols de Vera e Riveros. Vitória justa.

Pelo mesmo grupo, em Nelspruit, a decepcionante Itália empata com a Nova Zelândia em 1×1. Neozelandeses começam na frente com gol de Sneltz. Iaquinta, cobrando pênalti, empata para a Itália, que vai para a terceira rodada com a incerteza da classificação.

Por: Adamar Gomes